Teorias de luquet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O desenvolvimento motor de uma criança segue algumas etapas que foram definidas a partir de estudos da área da pedagogia e da psicologia infantil, é através de observações, descobertas e teorias desenvolvidas por especialistas que se pode compreender a percepção do eu, do outro e do mundo através das representações simbólicas nos desenhos infantis.
Através do desenho, a criançanaturalmente cria e recria formas expressivas onde integra a imaginação e a realidade fazendo com que seu desenho seja um canal de comunicação entre ela mesma e o mundo exterior sem os obstáculos, regras e noções estéticas sociais que futuramente possa absorver. Estudiosos de várias épocas e várias correntes dedicaram parte de seu tempo em suas pesquisas com observações, registros e organizações dedados sobre as fases do desenho infantil.

CONCEITOS

• Evolução do desenho infantil

Os primeiros estudos sobre a produção de desenhos infantis datam no final do século passado, e fundado nas concepções psicológicas e estéticas.
Os desenhos que foram estudados inicialmente estavam calcados em uma produção estética idealista e naturalista de representação da realidade, tendo como fatorprioritário a habilidade técnica. Poucos pesquisadores se interessaram pelos aspectos estéticos dos desenhos infantis.
Luquet menciona os “erros” e “imperfeições” do desenho da criança que atribui a “inabilidade” e “falta de atenção”, afirmando também a existência de uma tendência natural e voluntaria da criança para o realismo.
Portanto são os psicólogos, no final do século XIX, descobrem aoriginalidade dos desenhos infantis e publicam algumas observações sobre o assunto, transpondo o domínio do grafismo a descoberta fundamental de Jean Rousseau sobre a maneira própria de pensar da criança.
Os primeiros rabiscos são quase sempre feitos em livros e folhas aparentemente estimados pelo adulto, possessão simbólica do universo adulto tão estimado pela criança pequena.
No final do primeiro anode vida, a criança já é capaz de manter ritmos regulares e produzir seus primeiros traços gráficos, fase conhecida como dos rabiscos ou garatujas.
O progresso do desenho implica em mudanças significativas que, no inicio, dizem respeito a passagem dos rabiscos iniciais da garatuja para construções cada vez mais ordenadas, fazendo surgir os primeiros símbolos, essa passagem só é possível graças asinterações da criança com o ato de desenhar e com o desenho de outras pessoas.
Na garatuja a criança sente o prazer ao constatar os efeitos visuais que essa ação produz, na evolução da garatuja para o desenho de formas mais estruturadas, a criança desenvolve a intenção de elaborar imagens no fazer artístico, começando com símbolos simples, constatando a regularidade nos desenhos presentes nomeio ambiente e nos trabalhos ao quais ela tem acesso incorporando esse conhecimento em seus próprios desenhos.
É por meio do desenho que a criança cria e recria individualmente formas expressivas, integrando percepção, imaginação, reflexão e sensibilidade, que podem então ser apropriadas pelas leituras simbólicas de outras crianças e adultos.
O desenho também esta ligado ao desenvolvimento daescrita, pois a mesma exerce uma verdadeira fascinação sobre a criança, e isso bem antes de ela própria poder traçar verdadeiros signos.
Com o desenho se tem a possibilidade de brincar, o desenho tem a possibilidade de falar, marca o desenvolvimento da infância, porem em cada estágio o desenho assume um caráter próprio. Estes estágios definem maneiras de desenhar que são bastante similares em todasas crianças, apesar das diferenças individuais de temperamento e sensibilidade. Esta maneira de desenhar própria de cada idade varia, inclusive, muito pouco de cultura para cultura.
Esses estágios tiveram grande atenção de diversos estudiosos, como Georges Henry Luquet, Jean Piaget, entre outros psicólogos e pedagogos.
O método de estudo de Luquet partia de uma análise “monográfica” onde ele...
tracking img