Teorias da personalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1266 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O MÚLTIPLO SURGIMENTO DA PSICOLOGIA
De Arthur Arruda Leal Ferreira

“De modo corrente, se faz a psicologia (e das ciências) de duas formas: ou se busca desmarcar as condições da psicologia através de uma série de transformações intelectuais, conceituais ou metodológicas (a chamada abordagem internalista); ou se busca estabelecer as condições da psicologia a partir de uma série detransformações culturais, sociais, econômicas e políticas (a chamada abordagem externalista).” (p.5)

As práticas sociais modernas

“O conjunto do saber e das práticas psicológicas contemporâneas apresenta algumas experiências constitutivas fundamentais, uma vez que presentes em todas as psicologias. Tais experiências referem-se respectivamente à constituição de um domínio de interioridade reflexiva (a nossasubjetividade), a separação desta do corpo, e a produção de um campo de singularização valorativa num espaço coletivo (a nossa individualidade).” (p.1)

A constituição de um plano de subjetividade

“Por subjetividade entende-se a constituição de um plano de interioridade reflexiva, em que cada vivência se encontra centrada e ancorada em uma experiência de primeira pessoa, de um ‘eu’.” (p.1)“Nas palavras de Focault (1995), não há na Antiguidade pagã uma busca de conhecimento de si mesmo (uma hermenêutica de si), mas da constituição de uma vida tão bela quanto uma obra de arte (uma estética da existência).” (p.2)
“Na passagem para o cuidado de si moderno há, pois, uma mudança de finalidade: não se busca mais uma purificação de alma para atingir Deus, mas uma para afirmação de si.”(p.4)
“Peter Berger (1985) vê no aprofundamento dessa distinção entre os domínios público e privado a condição fundamental para o surgimento dos saberes psicológicos.” (p.10)
“O personagem-chave nessa nova abordagem de interioridade é o filósofo moderno René Descartes (1596-1650). É esse autor que encontra no recurso à própria subjetividade a base para o estabelecimento das novas certezas, e o palcopara que se possa distinguir a verdade do erro.” (p.13)
“Essa intuição imediata do próprio eu pensante impõe um novo ponto de partida para o pensamento ocidental: não mais a busca das essências dos seres (como no pensamento antigo), ou o fundamento divino da existência (como no pensamento medieval), mas o Espírito e o Sujeito, enquanto sedes de verdade.” (p.14)
“Empiristas e racionalistasconcordam, contudo, em um aspecto: a evidência imediata, a transparência no conhecimento do espírito, em posição à opacidade do corpo. Seria mais fácil conhecer a nossa subjetividade do que esta estranha parte de nós que nos foi tornada alheia: o corpo. Esta formulação sofrerá, contudo, uma reversão a partir do final do século XVIII, quando essa análise do espírito cindido entre razão e sensibilidadeserá superada por uma nova formulação da nossa subjetividade.” (p.16)
“Esses novos parâmetros exigem que a psicologia, para ser reconhecida como ciência, seja mais do que a descrição do sujeito empírico, ou das vivências imersas em um mundo de ilusões: ela deve ter, no trato com a experiência imediata, todo o rigor de uma experiência cientificamente mediada e matematizada. Surge, então, no finaldo século XIX, na Alemanha, o projeto da psicologia enquanto ciência da experiência, tomando como base a fisiologia, calcado no conceito de sensação como elemento objetivo e matematizável.” (p.18)

A distinção ente corpo e mente na definição da identidade do indivíduo

“Ainda que aparentemente sepultada para alguns, esta é a questão mais perseverante no campo psicológico (e filosófico), ondeencontramos posições dualistas e monistas. As primeiras tentam resolver o problema determinando uma forma de comunicação entre as duas realidades. As segundas tentam resolver o problema negando-o, afirmando que só há uma natureza. É assim que dentre os dualistas, teríamos posturas como as interacionistas e paralelistas. A primeira posição, de mais difícil aceitação nos dias de hoje graças à...
tracking img