Teorias da administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2094 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
TECNOLOGIA EM ADMINISTRAÇÃO DE
PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO
PESQUISA SOBRE DIVERSAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO
PESQUISA SOBRE AS DIVERSAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

Trabalho apresentado ao Curso Tecnologia em Administração de Pequenas e Médias Empresas daUNOPAR - Universidade Norte do Paraná, conveniada com a Faculdade Amoril - para a disciplina Processos Administrativos.

Orientador: Prof. Paulo Ricardo Diniz

INTRODUÇÃO

O objetivo deste trabalho é conhecer as teorias da administração, dentro da visão temática de processos administrativos, estudadas nos conceitos fundamentais da administração.
Combase nas pesquisas realizadas sobre as sete teorias propostas, a saber: Teoria da administração científica, teoria clássica, teoria da burocracia, teoria neoclássica, teoria das relações humanas, teoria comportamental e teoria da contingência, abordaremos duas questões fundamentais no estudo da administração moderna das empresas.
Uma questão proposta é o estudo das principais contribuiçõesdas teorias referidas na administração moderna das empresas, que serão estudadas no desenvolvimento deste trabalho. A outra questão surge da constatação de que ainda existem empresas que aplicam conceitos antigos por falta de conhecimento e porque não dizer, por falta de uma política empresarial de gestão do conhecimento.
Vamos portanto, dentro das nossas limitações acadêmicas, estudar osconceitos fundamentais de administração, de acordo com essas teorias, para compreender os processos administrativos e exemplificar alguns casos.

1. Teoria da Administração

Um dos maiores expoentes da teoria da administração, conhecida como Administração Científica foi Taylor. Através da leitura de Idalberto Chiavenato, em sua Teoria Geral da Administração, nota-se que Taylorcompartilhou com Fayol, criador da teoria clássica, o reconhecimento de serem os fundadores da moderna administração.
Os dois defendiam uma visão mecanicista, de pontos de vista diferentes. Foi exatamente assim, como mostra Chiavenato, o engenheiro americano Taylor enxergava a organização de uma empresa de baixo para cima e o Francês Fayol, de cima para baixo.
A chamada administraçãocientífica começou a contribuir realmente com a ciência da administração através de observações empíricas realizadas no período da Revolução Industrial. A administração científica contribuiu bastante com a evolução do estudo dos processos administrativos, partindo da observação de tempos e movimentos necessários para realizar determinados trabalhos de natureza física.
Talvez por isso, e levadospela necessidade de acompanhar a evolução do desenvolvimento industrial crescente, eles não tenham atinado para os aspectos humanos da administração. A “administração científica” alimentou um comportamento mecanicista que perdura até os dias de hoje em muitas organizações.
A interpretação teórica, assim como a denominação teórica dos fatos e situações administrativas são consideradas poralguns como contribuições, apesar de muitas dessas interpretações terem um fundo ideológico e estarem embutidas no conceito do “homo economicus”. Entretanto, o fato concreto de terem tomado a iniciativa de estudar cientificamente a administração, mesmo cometendo muitos erros já foi uma grande contribuição.

ORIGENS DA ORT

Foi nos primórdios da administração científica que surgiu aOrganização Racional do Trabalho, ( O R T ( quando Taylor observou os operários aprendendo uns com os outros através da observação. Descobriu que esse costume natural entre os operários, desenvolvia diferentes métodos de execução da mesma tarefa, variando instrumentos e ferramentas para a mesma operação.
A partir dessas constatações, Taylor criou a Organização Racional do Trabalho, substituindo métodos...
tracking img