Teorias da admininstração, tecnologia e desenvolvimento humano, relações interpessoais, tecnologia e desenvolvimentohumano e analise eeconomica e social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A grande competitividade que envolve o mercado atual contribui para que as empresas participem de alianças, para aumentar suas capacidades, reduzir custos e dividir recursos. A organização deempresas em redes, proporcionam uma geração de conhecimento através da troca de informações entre seus elos. O conhecimento gerado pelas organizações é considerado um ativo valioso, pois aumenta acompetitividade e viabilizam as ações coletivas.

A troca de informações geradas por meios internos ou externos, oriundas de fontes formais ou informais é definida como Capital Social, pois produzem um fluxogerador de conhecimento para as organizações. Burt (1992) afirma que o capital social é gerado a partir de relações dentro e fora da empresa. Segundo ele, Capital Social é a capacidade que as empresastêm de buscar e trocar informações além de suas fronteiras.

Para Hutt (2000), as relações de cooperação podem ser fortalecidas através da comunicação e a troca de informações, oportunizando assim,diversas vantagens, dentre elas: a colaboração efetiva entre empresas, por meio de parcerias entre os gestores, buscando desenvolver objetivos gerais da aliança e monitorar o processo;desenvolvimento de planos de atividades conjuntas, por meio de parcerias entre os gestores de nível médio; e, por fim, melhoras nas atividades do dia a dia das organizações, por meio de parcerias entre o pessoaloperacional;

Granovetter (1973) afirma que as redes sociais são essenciais para a interação em ambientes micros e macros e defende que os elementos fundamentais nessa ligação são as relaçõesinterpessoais. Para ele, as redes são formadas por laços, que podem ser fortes ou fracos. Os laços fortes, são formados a longo prazo e ocorrem quando existe um certo grau de intensidade e intimidade nasrelações de troca. Já os laços fracos, normalmente gerados apenas por pessoas conhecidas, não apresentam tais características.

Para Goldsmith, Eggers (2004), problemas globais e complexos que,...
tracking img