Teorias criminologicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (721 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DE
PRIMAVERA DO LESTE

Teorias Criminológicas

Profa. MSc. Viviane Monteiro de Mattos

Histórico
1. Criminologia Tradicional:
Segundo asconcepções da democracia burguesa, do liberalismo
político-econômico.
Preocupa-se mais com os fatores que levam o indivíduo à pratica
do delito, sem mostrar soluções para o problema do
fenômenocriminal.
1.1. Teorias Ecológicas ou da Desorganização Social (Escola de
Chicago) – 1920/1940
1.2. Teoria da Anomia - Merton (1938).

Histórico

2. Criminologia Crítica:

Pesquisa a reaçãosocial, ampliando, assim, o campo de
investigação para abranger as instâncias formais de controle
como fator criminógeno.
Acredita que reforma social e das leis para um modelo mais justo
seja asolução.
2.1. Teoria da Rotulação ou Labeling Approach (década de 1960)
2.2. Criminologia Radical ou Criminologia Marxista (1970)
2.3. Criminologia Abolicionista (Anos 90)
2.4. Criminologia Minimalista(Anos 90)
2.5. Criminologia Neo-realista (Anos 90)

1. Criminologia Tradicional
ou Positivista

1.1. Teorias Ecológicas ou da Desorganização
Social (Escola de Chicago) – 1920/1940
• a ordemsocial e integração contribuem para o controle social
• a desordem e a má integração conduzem ao crime e à
delinquência.
• quanto menor a coesão e o sentimento de solidariedade
entre o grupo,maiores serão os índices de criminalidade.
• defende a existência de uma subcultura da violência, que faz
com que alguns grupos passem a aceitar a violência como um
modo normal de resolver os conflitossociais.
• sustenta que algumas subculturas, valorizam a violência

1.2. Teoria da Anomia, Merton (1938).
• Segundo Robert King Merton, anomia significa uma
incapacidade de atingir os finsculturais. Para ele, ocorre
quando o insucesso em atingir metas culturais, devido à
insuficiência dos meios institucionalizados, gera conduta
desviante. O seu pensamento popularizou-se em 1949...
tracking img