Teoriacclássica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1919 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

No século XX, o panorama industrial tinha características e elementos para inspirar uma Ciência da Administração: uma imensa variedade de empresas, com tamanhos diferenciados, problemas de baixos rendimentos dos recursos utilizados, desperdício, insatisfação generalizada entre os operários, intensa concorrência, alto volume de perdas por decisões mal formuladas, isso tudo levou adivisão do trabalho entre os que pensam e executam , os primeiros fixam os padrões de produção , descrevem os cargos estudam métodos e técnicas de trabalho. Esse panorama levou os autores clássicos a desenvolver uma Ciência da Administração.
A Teoria Clássica, teve o seu início na França e 1916, tendo como fundador o francês Henri Fayol, engenheiro que se baseava em princípios e técnicas para o seutrabalho.

JULES HENRI FAYOL (1841-1925)

• Nasceu em Constantinopla, morreu em paris
• Engenheiro de Minas aos 25 anos
• Gerente Geral aos 47 anos
• Ele desenvolveu a Teoria Clássica na França, cujo foco era o de aumentar a eficiência da empresa por meio de sua organização e da aplicação de princípios gerais da administração em bases científicas.
• Formado emEngenharia de Minas desenvolveu sua carreira de engenheiro e diretor em uma indústria de mineração;
• Dedicou-se ao estudo das funções administrativas e das características que deveriam ter os chefes;
• Ganhou reputação de administrador eficiente;
• Em 1888, assumiu o comendo de uma grande empresa às portas da falência; quando se afastou da empresa, ela era uma das mais prósperas daFrança.
• Faleceu em Paris em 1925 vivendo conseqüências da Revolução Industrial e da I Guerra Mundial.

Convencido da necessidade de organizar o pessoal das grandes empresas de modo racional, dedicou-se desde a juventude ao estudo desta matéria, chegando a criar a doutrina que leva o seu nome. Criou o Centro de Estudos Administrativos, onde se reuniam semanalmente pessoas interessadas naadministração de negócios comerciais, industriais e governamentais, contribuinte para a difusão das doutrinas administrativas.
Em 1888, aos 47 anos, assumiu a direção geral da mineradora de carvão francesa Commentry-Fourchambult-Decazeville, em falência. Restabeleceu a saúde econômico financeira da companhia. Após 58 anos de estudos, pesquisa e observação, reuniu suas teorias na obra “AdministraçãoIndustrial e Geral”, em 1916, que somente foi traduzida para o inglês em 1949.

Principais diferenças com o Taylorismo (as duas teorias: Científica e Clássica, formam a abordagem clássica da administração)

Taylor:
✓ Método científico na administração:
✓ Perspectiva operacional;
✓ Ênfase nas tarefas;
✓ Abordagem de baixo para cima.
✓ Aumentar a eficiência da empresa pormeio da eficiência ao nível operacional

Fayol:
✓ Perspectiva gerencial;
✓ Ênfase na estrutura;
✓ Abordagem de cima para baixo;
✓ Aumentar a eficiência da empresa por meio da forma e disposições dos órgãos componentes da organização e das suas inter relações estruturais

Assim como Taylor, Fayol empregou previsão científica e métodos adequados para as organizações. Foi oprimeiro a pensar em gestão e a qualificar os gestores. Algumas de suas realizações foram:

• Introduzir a gestão científica – supervisores.
• Analisar como a empresa poderia organizar-se de modo mais eficaz.
• Organizar as empresas por funções.
• Dedicou-se ao estudo das funções administrativas e das características que deveriam ter os chefes para ser um bom administrador.• A busca da eficiência das organizações.

Abordagem Simplificada da Teoria Clássica
A Teoria Clássica se caracterizava então pela ênfase na estrutura que a organização deveria possuir para ser eficiente. Partia da organização e da estrutura como um todo, para garantir a eficiência de todas as partes envolvidas, fossem elas departamentos, seções ou pessoas como executores de tarefas e...
tracking img