Teoria e análise da comunidade educativa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5445 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE

INTRODUÇÃO 2
1-SOCIEDADE GLOBAL E DA INFORMAÇÃO 3
1.1 DO ESPAÇO NATURAL AO MUNDO VIRTUAL 3
1.2 GLOBALIZAÇÃO 5
1.2.1 Uma análise.................Telépolis 5
Primeira parte do livro 5
Comentário pessoal desta parte do livro. 6
Segunda parte do livro 8
1.3 REFLEXÃO SOBRE A POSIÇÃO DA ESCOLA FACE AO PROGRESSO TECNOLÓGICO E CIENTÍFICO DO MUNDO ACTUAL 9
2- COMUNIDADE EDUCATIVA 122.1 NOVO CONCEITO DE COMUNIDADE EDUCATIVA 12
2.2 – PARCERIA SOCIAL ESCOLA-FAMÍLIA 14
2.2.1 NOVO CONCEITO DE FAMÍLIA 14
2.2.2 CARACTERIZAÇÃO DOS TIPOS DE FAMÍLIA. 15
2.2.3 MUDANÇAS RECENTES NO CONTEXTO FAMILIAR 16
2.3 – CONSTRUÇÃO DE UM PROJECTO – ESCOLA DENTRO DA COMUNIDADE EDUCATIVA 16
CONCLUSÃO 18
BIBLIOGRAFIA 19

Introdução

O Mundo, principalmente na última década, tem vindoa sofrer mudanças extraordinárias, transversais a todos os domínios, a um ritmo cada vez mais rápido.
É notório, um crescimento de problemas sociais e ambientais. Simultaneamente as comunicações e os meios de informação são cada vez maiores. As pessoas são bombardeadas com informação excessiva que é mal digerida. A propaganda e a publicidade, anda por aí espalhada como ondas de televisão e derádio e a maioria das pessoas deixa-se influenciar por esta e tornam-se instrumentos desta, uns indivíduos sem criatividade e embrutecidos. Também o factor tempo é fundamental neste processo porque as pessoas não têm tempo para si, cada vez trabalham mais depressa e mais horas.
É necessário soluções para estes problemas. Talvez isso passe pela mudança de mentalidades. A renovação-educação da escola,todos sentimos necessária como instrumento de resposta ao contexto evolutivo e incerto, como é o da sociedade de mudança acelerada em que vivemos.
Segundo Margarida Fernandes, in José A. Pacheco (1998), (...)« As capacidades que agora são exigidas ao professor, são as capacidades cognitivas e criativas, uma vez que são estas que lhe permitem encontrar respostas flexíveis que têm em conta amudança permanente, a diversidade e a interdependência que em geral caracterizam as situações educativas».



1-Sociedade global e da informação
1.1 Do espaço natural ao mundo virtual

A autora, Sherry Turkle , aborda este tema, ou melhor, faz um estudo exaustivo, de descrição perfeitamente lógica mas de difícil compreensão numa primeira leitura, abordando a problemática das fronteiras entreo real e o virtual. Ela debruça-se fundamentalmente sobre as fortes relações que os indivíduos mantêm com os computadores e o modo como estes alteram a nossa forma de pensar e sentir.
Turkle, começa por referir que cada um dos indivíduos é atraído por diferentes aspectos em relação ao computador. Para ela, o que mais a atrai são as possibilidades de “diálogo” entre as várias janelas do ecrã; paraoutras pessoas o que mais lhes atrai são os mundos virtuais como libertação do real e a sensação das mentes humanas se potenciarem umas às outras, ou fundindo-se com a mente do computador.
Sendo as nossas mentes diferentes umas das outras é previsível que cada um de nós se aproprie do computador à sua maneira – personalização e adaptação dos computadores. “...diferentes pessoas lidam com ocomputador de diferentes formas, o mesmo ocorre com diferentes culturas.”(p.44)
A autora descreve o modo como uma cultura oriunda da simulação afecta as nossas ideias acerca da mente, do corpo, do eu e da máquina.
O computador passou de uma máquina rígida de programação para dar lugar a uma superfície fluida de simulação (escrever, jogar jogos). Ao longo dos tempos deixou de ser entendido como umamáquina de calcular analisável mecanicamente. Hoje em dia, os cálculos e as regras ficaram para trás, abordam-se sim, temas como a simulação, navegação e interacção. “À medida que o centro de gravidade da cultura do computador se vai deslocando da programação para a manipulação de simulações no ecrã, os valores intelectuais da bricolage assumem uma importância cada vez maior.”(p.78)
Turkle...