Teoria simplificada da posse - direitos reais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1822 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo I – A posse como objeto de um direito



Um dos sinais característicos pelo qual o jurista se distingue de qualquer outro homem está nas noções de posse e de propriedade.

Em geral o possuidor de uma coisa é ao mesmo tempo o seu proprietário, mas no momento em que a propriedade e a posse se separam é que produz-se o contraste. É evidente que a subtração violenta e clandestina deuma coisa móvel não faz perder a propriedade ao proprietário, pois uma se chama propriedade, e a outra, posse.

A posse é o poder de fato e a propriedade o poder de direito sobre a coisa. Ambas podem estar no poder do proprietário, mas tem a possibilidade de separarem-se, podendo ocorrer isto de duas maneiras: ou o proprietário transfere a outrem tão somente a posse, ficando com a propriedade,pois neste caso a posse é justa (possessio justa), e o proprietário mesmo deve respeitá-la, ou na segunda hipótese em que a posse lhe é arrebatada contra sua vontade, a chamada posse injusta (possessio injusta), e o proprietário pode acabar com ela por meio de uma ação judicial. Ficando-lhe garantido o direito de possuir.

A posse não tem o caráter de uma relação de puro fato, mas o de uma relaçãojurídica, e traz consigo o direito de possuir (jus possidendi).

Para entender melhor, um exemplo para equiparar-se o fato da propriedade sem a posse é o mesmo que uma árvore frutífera sem a competente escada para colher-lhes os frutos.

A utilização econômica da propriedade consiste no uti, frui, consummere, nela o proprietário pode realiza-la por si mesmo, realização real; ou cedê-la, sejapor dinheiro (venda ou troca), gratuitamente (empréstimo, doação), a outras pessoas (utilização mediata ou jurídica). Todos estes atos tem por base a posse, e quem não tem uma coisa não pode consumi-la, nem usa-la, nem perceber seus frutos.

Entende-se que tirar a posse é paralisar a propriedade. O direito romano dá ao proprietário o meio de recuperar a posse de todo indivíduo em cujas mãos achaa sua coisa, seja qual for o modo por que este adquirisse a posse. Propriedade e direito à posse são sinônimos, e para fazer com que a posse lhe fosse restituída o proprietário tinha apenas que provar a propriedade em sua pessoa legalmente prescritos, e a existência da posse na pessoa do réu.

A posse, com efeito, é a condição do nascimento de certos direitos, e, não obstante, concede por si sóa proteção possessória, e conseguinte a base de um direito.





Capítulo II – A posse como condição do nascimento de um direito



A persistência da propriedade uma vez adquirida, desliga-se da posse. O proprietário conserva sua propriedade ainda mesmo depois de haver perdido sua posse.

Para nascer, a propriedade deve manifestar-se em toda sua realidade, aposse, que é indispensável para a realização do fim da propriedade.

A aquisição da propriedade sem dono (occupatio) tem por condição a apropriação da posse, ocorre o mesmo na aquisição da propriedade dos frutos por parte do colono (fructos perceptio).

Se a posse não tem o valor de um ponto de transição momentânea para a propriedade, e se não se a considera como umato, há um outro modo de aquisição da propriedade, a usucapião, mas para que isto ocorra é necessários certas condições (conditio usucapiendi), as mesmas a que se refere a proteção jurídica do bonae fideli possessor (possuidor de boa-fé, que é aquele que sem ser proprietário tem motivos suficientes para julgar-se tal, porque adquiriu a coisa de um modo regular e próprio para achar-lhe apropriedade, mas cujo efeito não se realizou em consequência de obstáculos particulares desconhecidos para ele) contra terceiros. Assim, mais uma vez, a posse oferece-se como caminho que conduz à propriedade.

Na teoria da posse, a doutrina não trata dos casos em que a posse aparece como condição da aquisição da propriedade, e sim como uma das múltiplas condições de que depende o nascimento...
tracking img