Teoria organicista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ISSN - 1519-0501

DOI: 10.4034/PBOCI.2012.122.20

Modelos Explicativos da Cárie Dentária: Do Organicista ao Ecossistêmico
Explanatory Models for Dental Caries: From the Organismic to Ecosystemic Model
Simone de Melo COSTA , Ana Karoline ADELÁRIO , Mara VASCONCELOS , 3 Mauro Henrique Nogueira Guimarães ABREU
1 2 3

1

Doutoranda em Odontologia na Área de Saúde Coletiva pela Universidade Federal deMinas Gerais (UFMG) e Professora do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros/MG, Brasil. Acadêmica do curso de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte/MG, Brasil. 3 Docente do Departamento de Odontologia Social e Preventiva da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), BeloHorizonte/MG, Brasil:
2

RESUMO
Introdução: A cárie dentária é um problema de saúde pública e sua história, nos seus aspectos etiopatogênicos, tem sido objeto de muitas teorias. A explicação originalmente microbiana para a doença cárie, evidenciada há mais de um século, foi o ponto de partida para o delineamento do pensamento científico: bactéria como etiologia da doença. No entanto, esse pensamentocientífico sofreu transformações conforme os diferentes momentos históricos e suas realidades explicativas. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi descrever, por meio da revisão de literatura, os diferentes modelos explicativos da cárie dentária e o importante papel que esses assumem na ciência ao representar um novo paradigma dominante. Resultados: Os modelos teóricos explicativos da cárie foramclassificados em: organicista, social e ecossistêmico. No modelo organicista, foram incluídos a teoria químico parasitária, a Tríade de Keyes e o modelo de Newbrun. Ao longo do tempo surgiram novos modelos explicativos para a cárie dentária, o social e o ecossistêmico, com dimensões coletiva, social e histórica. Os novos modelos são embasados na teoria de que a cárie tem ataque desigual napopulação e não decorre apenas de variações biológicas individuais, mas, também, das diferenças sociais que caracterizam as pessoas no meio em que se inserem. Conclusão: O modelo explicativo da cárie dentária sofreu modificações ao longo do tempo, do unicausal para o multicausal e do individual para o populacional, contudo velhos e novos paradigmas coexistem na atualidade. A concepção estritamentebiológica, na explicação da cárie, não respeita as características culturais de uma determinada população.

ABSTRACT
Introduction: Dental caries is a public health problem and its history, in its etiopathogenesis, has been the subject of several theories. The original microbial explanation for caries disease, which dates back over one hundred years ago, was the starting point for outlining the scientificthough of bacteria as the etiological agent of this disease. However, this scientific thought shifted according to the different historical moments and their explanatory realities. Objective: The aim of this study was to describe, by a literature review, the different explanatory models for dental caries and the important role that these models play on science as they represent a new dominantparadigm. Results: The theoretical-explanatory models of caries disease were classified as organismic, social and ecosystemic. The chemical-parasitic theory, the Keyes’s Triad and the Newbrun’s model were included in the organismic model. New explanatory models for dental caries were proposed over time: the social and the ecosystemic models, with collective, social and historical dimensions. Thesenew models are based on the theory that dental caries affects the population in an uneven basis, and that it does results only from individual biological variations, but also from the social differences that characterize people in the environment in which they belong. Conclusion: The explanatory model for dental caries has shifted along the time, from a single-cause to a multifactorial, and from...
tracking img