Teoria neoclássica da administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2165 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO ÁPICE

ADMINISTRAÇÃO

TEORIA NEOCLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

Godofredo Viana – MA

2010

MARTINS, Nádia Danielle Castro

TEORIA NEOCLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

Trabalho apresentado à disciplina Teoria Geral da Administração para obtenção de nota.

Godofredo Viana – MA

2010

Teoria Neoclássica da Administração

Esta abordagemsurge em 1954, nos Estados Unidos da América do Norte, com uma proposta eclética (que seleciona e concilia vários aspectos de diferentes abordagens), enfocando as variáveis, TAREFAS, ESTRUTURA ORGANIZACIOAL e PESSOAS. Seu principal representante foi Peter DRUCKER.
No início da década de 1950, houve uma grande remodelação nas teorias da administração, em função de todo o quadro econômico,político, social mundial.
O surgimento da Abordagem Neoclássica é a retomada de uma série de conceitos da Teoria Clássica, que embora criticados e renegados pela Teoria das Relações Humanas nunca foram de totalmente substituídos.
Trata-se, portanto, de uma visão eclética que combina essas duas correntes, acrescentando alguns aspectos que melhoraram a aplicação das mesmas.
É formada por váriosestudiosos, relativamente heterogêneos, que não se preocuparam em montar uma escola teórica bem definida, mas que defenderam as seguintes características: 
➢ Ênfase na prática da administração: valorização dos resultados concretos e palpáveis, por meio do pragmatismo
➢ Reafirmação dos postulados clássicos: de certa forma é uma reação à Teoria Humanista, pos retoma os conceitos da TeoriaClássica, relegados por esta
➢ Ênfase nos princípios gerais da administração: procuram estabelecer princípios gerais que sirvam a todo tipo de organização, tais como planejar, organizar, dirigir e controlar
➢ Ênfase nos objetivos e nos resultados: o dimensionamento, a estruturação e a orientação das organizações deveriam ser função de seus objetivos e resultados
➢ Ecletismo nosconceitos: não estavam fechados a proposições de outras teorias. 
A administração é vista como uma técnica social, pois consiste em orientar, dirigir e controlar os esforços de um grupo de indivíduos para um objetivo comum. 
Há a concepção de que todas as instituições são organizações e que têm uma dimensão administrativa comum, apresentando os três seguintes aspectos principais a todas elas:▪ Quanto aos objetivos: que normalmente estão fora dela e se manifestam como contribuições para o indivíduo e para a sociedade;
▪ Quanto à administração: independente dos objetivos, que diferem de uma organização para outras, toda se assemelham quanto à maneira de realizá-los, reunindo pessoas, montando estruturas, organizando, dirigindo e controlando seus esforços;
▪ Quanto aodesempenho individual: que exigem cada vez mais eficácia e eficiência dos seus componentes para produzir os resultados necessários à sociedade. 
Os princípios básicos de organização são: divisão do trabalho, especialização, hierarquia e amplitude administrativa.
A divisão do trabalho é a decomposição de um processo complexo numa série de pequenas tarefas que o constituem. Possui três níveisadministrativos típicos, necessários para a direção e execução das tarefas:
➢ Nível institucional: composto por dirigentes e diretores da organização
➢ Nível intermediário: composto por gerentes
➢ Nível operacional: composto por supervisores diretamente relacionados com a execução das tarefas e operações da empresa.
A especialização é o reconhecimento de que cada órgão oucargo deve ter tarefas específicas e especializadas.
A hierarquia: é aceito o princípio escalar, onde a autoridade do administrador aumenta na medida em que se sobe na hierarquia. Consideram-se os conceitos de autoridade, responsabilidade e de delegação.
A amplitude administrativa: também chamada de amplitude de comando ou amplitude de controle, é o dimensionamento de quantos subordinados...
tracking img