Teoria keynesiana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Teorias Keynesianas

Serão apresentadas em 3 artigos resumos sobre as principais escolas do pensamento econômico. O primeiro artigo foi referente às teorias clássicas, clique aqui para ler.Nestepresente artigo encontraremos as idéias básicas das teorias keynesianas, novo-keynesiana e pós-keynesiana.


KEYNESIANOS

Muitos economistas não acreditam que a teoria de Keynes (1883-1946) tenhasido algo inovador, muito menos que tenha conseguido elaborar uma teoria geral diferente da Escola onde foi formado, a neoclássica. Para estes economistas, a teoria keynesiana é um caso particular daneoclássica. Mas a obra “A Teoria Geral do Emprego, dos Juros e da Moeda” inspirou diversos economistas. Essa Escola defende que o ciclo econômico não é regulador; a economia não é capaz de alcançarníveis ótimos de produção e emprego sem a intervenção do Estado. Existe uma propensão marginal a consumir e a poupar dependentes de um fator psicológico e que também varia com a renda do consumidor.Outro principio importante é a Lei da Demanda Efetiva, onde acreditam que a renda do sistema é dada a partir dos níveis de consumo dos agentes e que a oferta se ajusta a demanda. Os keynesianos demaneira geral concebem as idéias de Keynes, uma boa leitura de sua obra esclarece os diversos pontos de sua teoria. Os economistas que se destacam dessa corrente de pensamento são Joseph E. Stiglitz, PaulSamuelson, Robert Solow e Franco Modigliani.


PÓS-KEYNESIANOS

Os pós-keynesianos são também chamados “não reconstruídos”, após a retomada do pensamento clássico, junto com os novos-keynesianos,essa escola tenta reformular as idéias de Keynes. Vários economistas acreditam que essas duas vertentes possuem caráter complementar, no entanto, essas divergem em diversos pontos. Um exemplo é que osagentes possuem racionalidade limitada, onde existe um ambiente de incerteza "forte”. Defendem o Princípio da Demanda Efetiva; o equilíbrio abaixo do pleno emprego; o papel fundamental da...
tracking img