Teoria Humanista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1542 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1- Introdução:
A Teoria Humanista é uma perspectiva sobre a motivação e a Personalidade.
Na concepção dos psicólogos humanistas o indivíduo são, é aquele que deseja ser livre para poder decidir e optar de acordo com os seus desejos e o seu objetivo de vida sem que sofra influência de fenómenos, quer sejam estímulos exteriores, quer sejam impulsos interiores.
A teoria humanistatem como principais teóricos Abraham Maslow (1908-1970) e Carl Rogers (1902-1987), os maiores responsáveis pela projeção dos seus postulados no mundo. O primeiro, americano, foi considerado o pai espiritual do movimento humanista. Maslow abandona o comportamentalismo, abraçado no início de sua carreira, por passar a acreditar na tendência inata que cada pessoa traz em si para se tornar autorealizadora. Este seria o nível mais alto da existência humana, onde a realização do potencial de cada indivíduo seria conquistada. A existência de níveis a serem satisfeitos foi proposta por ele através da hierarquia das necessidades. De acordo com Maslow, estas necessidades seriam inatas e deveriam obedecer a uma ordem de saciação.
Carl Rogers, também americano, teve o seu trabalho pautadono valor do indivíduo desde o início. Diferentemente do seu contemporâneo, suas visões advieram do tratamento de indivíduos emocionalmente perturbados. Rogers trabalhou com um conceito semelhante ao da auto realização de Maslow: a existência de uma única motivação avassaladora que se configura na tendência inata que cada pessoa tem de atualizar as capacidades e potenciais do eu, a tendênciaatualizante. Ele também defendeu a ideia de autoconceito como sendo um padrão organizado e consistente de características percebidas em cada um desde a infância. Na medida em que se acumulam novas experiências, este conceito pode ser reforçado ou ser substituído por novos.

2- Teorias:
2.1- Maslow- Teoria da Auto – Realização.
A pirâmide de Maslow é a base da sua abordagem à Personalidade, tendoaqui representado a hierarquia das necessidades – Necessidades Fisiológicas ; Necessidades de Segurança ; Necessidades de Afecto e Pertença ; Necessidades de Estima e Necessidades de Auto – Realização.
Para Maslow, a motivação era o factor predominante na vida do indivíduo. A Personalidade é formada de acordo com os diferentes caminhos percorridos, consequência das mais variadas opções feitaspela pessoa. Deu ênfase às necessidades de realização dos talentos e potenciais individuais. Maslow criou uma lista com as principais qualidades das pessoas que teriam atingido o vértice da pirâmide.
Os indivíduos procurarão atingir as necessidades de ordem mais elevada ( estima ou realização artística ) depois de as necessidades mais básicas estarem saciadas como é o caso da fome e da segurança. Arealização destas necessidades depende do indivíduo, sendo poucos os que atingem o topo.
A Personalidade, na sua perspectiva, vai-se construindo através da satisfação das necessidades. Passamos a apresentar a perspectiva de Maslow sobre os indivíduos auto realizados:
- Percebem a realidade de modo preciso.
- Aceitam-se a si próprios, aos outros e ao mundo.
- Sãoespontâneos e despretensiosos.
- Centram-se mais nos problemas do que em si próprios.
- Valorizam a solidão.
- São autónomos.
- Reagem com respeito aos mistérios da vida.
- Têm experiências fortes.
- Identificam-se com a Humanidade.
- Têm relativamente poucos amigos, mas levam-nos a sério.
- Partilham valoresdemocráticos.
- Têm um forte sentido ético.
- Têm um sentido de humor sem hostilidade.
- São criativos.
- Resistem à enculturação.
Existe nesta teoria uma diferença crucial que a distingue da behaviorista e psicanalista e que reside na sua concepção da motivação humana onde as satisfações das necessidades que formam a Personalidade, e a base da acção humana é a...
tracking img