Teoria geral dos sistemas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1464 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Paulista

Barbara Fernandes da Silva
A8035B-0

QUESTÕES RESPONDIDAS: Texto “Uso Inapropriado de Medicamentos Pelo Idoso: Polifarmácia e seus Efeitos”.



Curso Enfermagem 4° Semestre

Jundiaí
2012

Questionário
“Uso Inapropriado de Medicamentos pelo Idoso: Polifarmacia e seus Efeitos”.

1. O que envolve o processo do envelhecimento, individualmente ou comunitariamente?Resposta: Envolve mudanças biológicas , econômicas e sociais que podem levar a incapacidade física e mental, aumentando a morbidade e mortalidade neste contingente populacional.
2. Por que para na prática médica a polifarmácia é considerada normal para os idosos?
Resposta: Porque o aumento do consumo de medicamentos acompanha a tendência do envelhecimento populacional.
3. Como pode ser definida apolifarmacia?
Resposta: Ela tem sido definida basicamente em duas formas: como o uso concomitante de fármacos, medida por contagem simples dos medicamentos ou como a administração de um maior numero de medicamentos do que os clinicamente indicados, avaliado na revisão clinica, usando critérios específicos.
4. Quais são os freqüentes problemas da farmacoterapia para os idosos?
Resposta:Reações adversas as interações, a utilização errada, o tratamento inadequado e ainda com maiores agravos face os processos patológicos e, ou mudanças fisiológicas da própria idade.
5. Quais os eventos adversos em idosos mais comuns em função da farmacoterapia?
Resposta: São os efeitos colaterais de drogas.
6. Qual o fator de risco para o aumento da iatrogenia farmacológica nos idosos?
Resposta: Aidade não representa fator de risco independente para o aumento da iatrogenia farmacológica, mais sim a multiplicidade de patologias e alterações do metabolismo das drogas decorrentes das alterações próprias do envelhecimento, que seguem um padrão individual.
7. Porque prescrever para um idoso não é o mesmo que prescrever para um adulto jovem?
Resposta: O envelhecimento conduz a progressivaalterações da farmacocinética que afeta a absorção dos fármacos e da farmacodinâmica que modifica o efeito do fármaco nos órgãos e tecidos.
8. O que inclui a farmacocinética?
Resposta: Inclui a absorção, distribuição, metabolismo e excreção dos fármacos, parecendo a absorção ser a menos afetada pelo envelhecimento.
9. Quais os fatores que afetam a distribuição dos fármacos e que contribuipara alterações na distribuição e para sua acumulação?
Resposta: A distribuição dos fármacos é afetada pela redução da água corporal total e das proteínas e pelo aumento da massa gorda, o que contribui para alterações na distribuição e para sua acumulação.
10. O que provocam alterações no metabolismo dos fármacos em idosos? E o que contribui para a sua acumulação?
Resposta: A redução do fluxosanguíneo hepático, as interações medicamentosas e algumas doenças mais prevalentes no idoso provocam alterações no metabolismo dos fármacos. A diminuição da função renal contribui para sua acumulação.
11. Qual deve ser a conduta do geriatra para evitar tratar com uma nova droga o efeito colateral de outra?
Resposta: Cabe a geriatria a identificação das situações de risco e o uso racional dosfármacos, bem como o pronto reconhecimento dos efeitos adversos da terapia, avitando tratar com nova droga o efeito colateral da outra.
12. Por que é importante a presença de profissionais nas unidades de saúde com conhecimento do processo do envelhecimento?
Resposta: É imperativa a presença de profissionais nas unidades de saúde com conhecimento do processo de envelhecimento, das particularidadesda apresentação clinica das doenças no idoso, do impacto que isso representa sobre seu estado funcional e, por conseguinte capaz de realizar uma abordagem pelo prisma da Avaliação Geriátrica Ampla e permitir adequada individualização do paciente, com aumento das possibilidades de sucessos do tratamento e redução dos riscos de complicações e incapacidades para esse paciente.
13. Quais as...
tracking img