Teoria feral da administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1179 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Etapa 1 passo1 Acontecimentos que ocasionaram o surgimento das teorias da administração:

Historia da riqueza do homem
Leo Huberman

Este livro tenta explicar porque certa doutrinas surgiramem determinados momentos.
Feudalismo e capitalismo
A economia era baseada em a apenas agricultura onde o trabalho sustentava os militares e eclesiásticos
A terra era dividida em trêspartes uma parte pertencia ao senhor do feudo e cultivada apenas para ele,, as outras eram dos arrendatários, onde o arrendatário tambem trabalhava nas terras do senhor do feudo.
Eles eram servos, o servo não fazia parte da propriedade, ele sempre permanecia com seu pedaço de terra, apenas muda de “servo senhor”.
Nessa epoca jamais se pensou em termo de igualdade entre senhor e servo .Entra em cena os comerciantes
Nessa época a economia era de consumo, onde todo dinheiro adquirido era para compra de roupas e alimentação( não havia capitalização )
Os mercadores estavam em mãos de bispo ou senhor, mas não havia produção excedente, só se fabricava além da necessidade quando havia procura.
Rumo a cidade
Com oaumento do comercio as pessoas foram deixando os feudos e foram indo para a cidade , a expansão do comercio significava trabalho para maior número de pessoas.
O camponês rompe amarras
Os camponeses não tinham como se desenvolver mas o crescimento todo comercio fez com que eles rompensem laços que os prendiam.
Surge uma divisão entre trabalho da cidade e do campo ,uma é a produçã industrial e no comercio e outra na produção agrícola
Nessa época percebeu-se que o trabalho livre e mais produtivo que o trabalho escravo.
Nenhum estrangeiro trabalhava
Não havia industria, todo e qualquer produto era feito pelo próprio campones.
Com o mercado crescente surgiram profissões isoladas como açougueiro, padeiro fabricante de velasetc, abandonando assim a agricultura.
Caso o aumento pelo produto aumentasse podia contratar ajudantes.
Assim começou a ter mestre e aprendiz onde mais tarde seria patrão e funcionário.
Precisam-se de trabalhadores crianças de dois anos podem canditadar-se
A expansão do mercado é uma chave importante para a compreensão das forças que produziram a industria capitalistatal como conhecemos hoje
Sistema de produção domestico, onde o intermediário emprega certo número de artesões para trabalhar seu material em suas respectivas residências. Nota-se que essa técnica de produção domestica não difere do sistema de corporação.
Assim houve um aumento da produção
Nessa época cada parte da produção era feit por uma pessoa, poupando tempo e acelerando a produção .Ambrose Crowley, mudou-se para Durham e ali organizou a produção em grande escala plantou uma cidade industrial de 1500 habitantes(sec XVI).
1-Sistema familiar:os membros de uma família produzem artigos para seu consumo, não para venda.O trabalho não se fazia com o objetivo de atender ao mercado .Principio da Idade Média.
2-Sistema de corporação:Produção realizada por mestres artesãosindependentes, com dois ou três empregados para o mercado pequeno e estável.Os trabalhadores eram donos tanto da matéria prima que utilizavam como das ferramentas com que trabalhavam.Não vendiam o trabalho, mas o produto do trabalho.Durante toda idade Média.
3-Sistema domestico:produção realizada em casa para um mercado em crescimento pelo mestre com ajudantes, tal como no sistema de corporação (do secXVI ao XVIII )
4-Sistema fabril:produção para um mercado cada vez maior e oscilante realizada fora
De casa nos edificios do empregador e sob rigorosa supervisão.
Nessa época até mesmo as crianças faziam parte do trabalho.
Ouro, Grandeza e Gloria
Houve prêmios governamentais sobre a produção ou seja quanto mais se fabricava , mais se ganhava .
Deixem-nos em...
tracking img