Teoria estrutulalista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3315 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
SENAC
Faculdade de Tecnologia
Prof.º : Marco Aurélio – Teoria Geral da Administração




























TEORIA ESTRUTURALISTA
































Florianópolis
02 de Maio de 2012
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
SENACFaculdade de Tecnologia


Prof.º : Marco Aurélio – Teoria Geral da Administração


Equipe: Cinthia Santos
Cintia Garcia
Gean
Mayara
Juliana























































Sumário


Introdução 4
Surgimento da Teoria Estruturalista 5
Conceitos de Estruturalismo 5Fundamentos da Teoria Estruturalista 5
O Estruturalismo e as Organizações: Tipologia 8
Objetivos Organizacionais 9
Considerações da Teoria Estruturalista 12
Conclusão 13
Bibliografia 14



























































Introdução





Neste trabalho falaremos sobre a Teoria Estruturalista, querepresenta um desdobramento da teoria da burocracia e uma eleva a aproximação à teoria das relações humanas. Assim, a análise das organizações do ponto de vista estruturalista é feita a partir de uma abordagem múltipla, que leva em conta simultaneamente os fundamentos das três teorias estudadas anteriormente, e que será o tema que analisaremos neste trabalho, as abordagens múltiplas. Representatambém uma visão extremamente critica da organização formal. Portanto por sua natureza todas as partes estão estruturadas de tal forma que alterações em qualquer delas implica em rever o todo.

Surgimento da Teoria Estruturalista



A teoria estruturalista surgiu após o declínio do movimento das relações humanas, no inicio da década de 1950.
A teoria das Relações Humanas foioposta a Administração Clássica. Os aspectos que eram valorizados por uma, não tinha importância pra outra, não foram superados pela burocracia.
Surgiu então a Teoria Estruturalista com os seguintes aspectos:


a) Oposição entre os aspectos formais, e os definidos pelos autores da escola clássica informais, valorizados pelos autores da Teoria das Relações Humanas.
b) A necessidade deenxergar as organizações como um todo e não de forma isolada. As organizações lidam com muitas variáveis internas e externas. Tanto influencia, como pode sofrer influencia.
c) A repercussão dos resultados dos estudiosos estruturalistas na compreensão das organizações como um todo integrado e complexo.




Conceitos de Estruturalismo



Estruturalismo é uma modalidade deanálise praticada nas ciências do sec. XX, especialmente nas áreas humanas, metodologicamente examinadas as relações e as funções dos elementos que constituem e são inúmeras línguas humanas e das práticas culturais aos contos folclóricos e aos textos literários. Partindo da lingüística e da psicologia do principio do sec. XX alcançou seu apogeu na época da antropologia estrutural, ao redor dos anos 60.O estruturalismo fez do Frances Claude Lévi-Strauss seu mais celebrado representante, sobre os indígenas no Brasil e na América em geral, quando se dedicou a busca de harmonias insuspeitas.
O estruturalismo é um método analítico e comparativo que estuda os elementos ou fenômenos em sua totalidade, salientando seu valor de posição.
Os estruturalistas preocupam-se com asrelações e interconexões das partes na constituição e na compreensão do todo. O estruturalismo esta alicerçado na totalidade e na reciprocidade para facilitar o entendimento de que o todo, é maior que a simples soma das partes.



Fundamentos da Teoria Estruturalista



a) O homem organizacional: é aquele que desempenha diferente papeis em organizações diversas, ou seja, numa determinada...
tracking img