Teoria do valor trabalho em smith, ricardo, marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (268 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A teoria do valor-trabalho é uma teoria econômica associada maioritariamente a Adam Smith, David Ricardo e Karl Marx.
Segundo essa teoria, o valor econômico deuma mercadoria (ou, mais exatamente, de uma mercadoria "reproduzível" - grande parte dos teóricos do valor trabalho deixam de lado mercadorias não reproduzíveis,como obras de arte, etc.) é determinado pela quantidade de trabalho que, em média, é necessário para a produzir, incluindo aí todo o trabalho anterior (para produzirsuas as matérias primas, máquinas, etc.).
Por esta teoria o preço de uma mercadoria reproduz a quantidade de tempo de trabalho nela colocado, sendo o trabalho oúnico elemento que realmente gera valor. Num exemplo clássico entre os teóricos do valor-trabalho, a razão porque um diamante é mais valioso que um copo de água éporque dá, em média, mais trabalho, encontrar e extrair um diamante do que um copo de água.
Karl Marx, sem dúvida foi o maior teórico do valor-trabalho.
Com o valorsendo gerado pelo trabalho, única e exclusivamente, logo se levou à idéia de que, se todo o valor é gerado no trabalho, logo os trabalhadores eram quem gerava toda ariqueza existente, sendo que os não-trabalhadores - os patrões - que acabavam por ficar com grande parte da riqueza gerada pelo trabalho incorporado, estavam naverdade usurpando a classe trabalhadora deste valor gerado pelo trabalho, através de um processo conhecido como mais-valia.
Os economistas da Escola Austríaca, comoCarl Menger e Ludwig von Mises procuraram refutar esta teoria, dizendo que o valor seria atribuído conforme a utilidade e r raridade do bem ou serviço em...
tracking img