Teoria do nada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
"Sempre foi uma eterna preocupação dos cientistas descobrir a causa ou origem das coisas e principalmente do Universo; enfim, o porquê de sua existência, todavia, sem encontrar explicações que pudessem conciliar os conceitos religiosos da Criação Divina com os princípios fundamentais do cosmo.

Ciência seria uma coisa e religião outra; a primeira prendia-se à verdade e a segunda, exclusivamenteàs empíricas teses do dogma para satisfazer às necessidades psicológicas da criatura humana.

Todavia, a partir do momento em que se passou a conhecer o átomo mais intimamente, as contundentes conclusões de Murray Gell Mann estavam desviando os conceitos materialistas arraigados para um novo campo de observações porque, de fato, a energia amorfa que constitui o Universo – e que fora definidapor Newton como sendo o FCU – por si só, jamais poderia se alterar da sua condição de expansão e, como tal, para que as partículas se formassem algum agente externo a tudo teria que atuar sobre ela.

Foi assim que nasceu a primeira idéia do que, mais tarde foi designado como sendo o frameworker, ou seja, o estruturador responsável pela formação da partícula em si.

Foi dessa forma que nasceu aidéia da existência de dois domínios distintos, o das formas e o material, no caso, o próprio Universo.

Falta, ainda, à Ciência concluir que o domínio das formas possa ser a Espiritualidade admitida pelos reencarnacionistas, contudo, há um ranço de rejeição da sua parte em aceitar a existência do Espírito sem a conotação religiosa do "sopro divino" e da Vontade de um Deus criador que o teriafeito à sua imagem e semelhança.

O Cristianismo em si tem sido o grande entrave, com suas teses religiosas, dogmáticas e, como tal, indiscutíveis, impondo a existência do Deus que falou com Moisés e escreveu a Bíblia, enfim, do Criador exclusivamente preocupado com a humanidade.

Aliado a isto, ainda há aqueles que insistem em se conservar materialistas, mesmo depois que Einstein provou que amatéria, sendo efeito da condensação de energia, não possa ser causa de nada.

Um desses cientistas é Peter Higgs, físico escocês que, no final do século XX conseguiu equacionar a existência de uma partícula que seria um bóson, ou seja, que obedeceria às estatísticas de Bose e Einstein. Sobre este assunto escrevi dois capítulos em meu livro "Arquitetos do Universo" pois, segundo Higgs, seu estudojustificaria a formação do Universo a partir da forma mais elementar sem necessidade da existência dos aludidos estruturadores estranhos ao domínio material.

Pois, de fato, a partícula existe e foi detectada nos estertores da existência do Acelerador de partículas da Suíça, que está sendo substituído por um mais amplo e mais moderno.

Esta partícula viria do nada. Falta, porém, provar isso.Mais recentemente, os japoneses, no seu laboratório de estudos atômicos, conseguiram fotografar e identificar uma série dessas partículas que, de fato, se formam do nada, para eles, já que nenhuma causa se lhes é apresentada para que, em frações de milésimos de segundo as mesmas tenham sua existência efêmera.

Juntando toda esta bagagem, um grupo de pesquisadores norte-americanos liderado porSten Odenwald, analisando o que há de mais recente na descoberta astrofísica, faz um estudo da existência do nada, que segundo se verifica, corresponde a 73% da existência do Universo que só engloba 27% de energia amorfa ou fundamental. E o nada seria a causa de tudo, porque, de fato, segundo as observações, é a partir da "sua ação" que tudo mais se forma.

E este nada esclarece porque aspartículas efêmeras se formam, sem que tenha causa aparente.

A primeira pergunta que se faz: por que o nada?

A resposta é simples: porque nada existe; não há forma nem composição. É como se um corpo sem massa possuísse peso.

Todos sabem que o peso é uma força resultante da atuação de um campo gravitacional sobre um corpo com massa. Difere da força mecânica porque esta é produzida por um...
tracking img