Teoria do caos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4563 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO
1.1.PROBLEMA
1.2.HIPÓTESE
1.3.METODOLOGIA
1.4.TEORIA DO CAOS
2. DESENVOLVIMENTO
2.1.ESTUDO DE CASO 1
2.2.ESTUDO DE CASO 2
3. CONCLUSÃO
3.1.REFERÊNCIAS

2

3
3
4
5

13

13
15

18

19

2

INTRODUÇÃO

Atualmente as organizações se encontram em constante evolução, determinada

pelo mercado, que se encontra cada vez mais competitivo e exigente.Este fator se tornou

responsável pela adaptação das empresas, forçando-as a tecer novas formas de analisar e

compreender a si mesmas, bem como a perceber o cenário que as rodeava e sua importância

no contexto produtivo. A nova forma de pensar das organizações, por fim, levou à introdução

de conceitos não explicados por meio das teorias anteriores, que restringiam e obscureciam oquadro no qual tais entidades encontravam-se.

A Abordagem Sistêmica foi de profunda importância na Administração, uma vez

que estabeleceu novos olhares para os mercados e economias globalizadas, entendendo e

delineando o ambiente, inserindo o no decorrer da produção e relevando-o como aspecto

determinante para a excelência produtiva. Também abriu espaço para o surgimento de teoriasque explicassem aspectos não aprofundados, como a existência de sistemas de feedback

não-lineares, o estabelecimento de ordens, a visão sistêmica do processo, partindo de uma

análise total, não só da produção, mas também das oscilações, incertezas, e imprevisibilidade

inerentes ao mundo moderno, contrastando com a racionalidade, previsibilidade e praticidade,

pressupostas pelasorganizações, mesmo em um ambiente globalizado, formulando, por fim, a

ideia da existência do Caos. Na economia e nos negócios, tais paradigmas podem trazer lições

que permitam significativo desenvolvimento no campo conceitual e prático do processo de

gestão no âmbito organizacional.

Este trabalho tem por objetivo apresentar e aprofundar tais teorias, por meio das

definições apresentadas porseus principais pensadores, bem como aliá-la à prática das

organizações, ressaltando a importância do meio externo na obtenção das metas estabelecidas,

e na extinção ou surgimento de uma nova Ordem.

3

PROBLEMA

A Teoria do Caos, e seus respectivos elementos trazem à tona questões relevantes,

referentes à maneira de produzir, de se comportar e de gerir das empresas neste novoambiente, ressaltando-se que ambientes caóticos constituem fatores que modelam que são

modelados pelas instituições nele presentes (a sociedade, o governo, e, em especial, as

organizações).

Com base nessas informações, até que ponto os acontecimentos externos, inerentes ao

cenário caótico, afetam o planejamento das organizações?

Os

fundamentais no planejamento e na formulação dasestratégias das organizações, levando

- as a uma flexibilização de seus principais recursos, em especial os recursos humanos e

tecnológicos. As oscilações e incertezas do mercado são responsáveis pela formação de

novos ideais norteadores, que estão relacionados a aspectos da mão-de-obra, da economia

e dos acontecimentos triviais que vão surgindo e podem acarretar grandes consequências,negativas ou positivas, nos resultados empresariais. Faz-se necessário, então, uma constante

integração entre a organização e o meio externo, fato cada vez mais evidenciado com o

advento da globalização.

Cabe então ás organizações se utilizar de um planejamento eficiente para que ao

serem afetadas por eventos externos, sejam capazes de manter sua estrutura e continuar

atuando nomercado. Nesse sentido, Bauer (2008) defende que as empresas complexas devem

ser administradas com um mínimo de estrutura. Os administradores que competem no limiar

do caos usam apenas a estrutura suficiente para impedir a perda de controle, mantendo os

setores prontos para mudar e conscientizar-se de novas oportunidades. Em mercados de alta

aceleração, a estratégia não pode partir...
tracking img