Teoria do brincar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
No primeiro encontro dia 12 de março na entrevista pré-eliminar com a mãe de J.P de 6 anos nascido em 22 de março de dois mil e seis, ao chegarmos na casa de J.P ele logo correu gritando e dizendo que uma das entrevistadoras iria dar azar a ele.
Então sua mãe começou a contar para nos de sua gravidez onde disse que não foi uma gravidez desejada que foi acidental, antes de perguntarmos algosobre a gravidez ela logo disse a nos que pensou em abortar várias vezes porque se viu em uma situação onde encontrava-se desempregada sem dinheiro nem para comprar cigarro, e então foi onde seu pai conversou com ela e disse que ela tinha tido o apoio de toda a familia, que não tinha necessidade de fazer nenhuma besteira e que mesmo o pai da criança agindo normalmente com o fato dela dizer que estavagrávida e não ajudando em nada ela não teria necessidade de abortar porque eles iriam ajuda-la no que fosse preciso.
Destacou também que teve pré eclampsia durante o periodo de gestação, que é mãe solteira que o pai nunca esteve presente no periodo de gravidez nem é presente na vida , foi amamentado por seis meses e era colocado 20 minutos em cada seio controlado rigorosamente no relógio.
Suaavó materna foi quem mais ajudou na gravidez, já que J.P mora junto com sua avó, avô e mãe mas também tem a vizita frequente de um tio que por sinal é muito apegado. JP acorda as 7 horas da manhã toma sua mamadeira, e vai assistir televisão, após isso almoça e vai para a escola de onde volta as 17:20 sendo buscado pela sua mãe volta para casa brinca com alguns amigos da quadra toma banho e dorme as20:30. A mãe destaca que quando esta com vizita em casa a noite e a criança tem sono ele deseja boa noite e vai para o seu quarto dormir sozinho, enfatisa também que ele é inteligente mas preguiçoso pois quando está assistindo televisão fica da sala dando ordens do tipo: Mamãe trás minha mamadeira, mamãe traga água para mim...

No segundo encontro dia 19 de março J.P tinha aula de Judô onde nosacompanhamos ele até lá e assistimos junto de sua mãe a aula que dura uma hora, onde a mãe todo tempo se demostrava preocupadanto e inquieta com medo do filho se machucar, no primeiro tempo o Sensei (mestre do Judô) fez uma brincadeira com as crianças de morto vivo, onde J.P interagiu com as outras crianças errando algumas vezes mas continuando a brincadeira com seus outros amigos.
Após abrincadeira foi pedido as crianças que pegassem um amigo para que pudessem treinar alguns golpes J.P se demostrou cuidadoso pegando na gola do kimono ( roupa apropriada para artes marciais) e após derrubar o outro amigo semper dava a mão ajudando o amigo a levantar, não demostrou agressividade nos momentos em que lutava ate mesmo com meninas maiores. Na hora em que as crianças tinham o tempo para tomarágua J.P ia com calma ate o bebedouro onde muitas vezes não tomava água por conta do curto tempo, e ao voltar pedia para o Sensei se poderia tomar água por favor e ia sozinho. Enquanto espetava alguns amigos terminar o que foi pedido ele deitou-se no chão cruzou as pernas, colocou a mão atrás da cabeça e ficou olhando para cima durante alguns minutos onde demosntrou estar bem a vontade.
Ao terminoda aula antes de ir embora de moto com sua mãe ele olha para uma das observadoras e diz: É para você ir lá em casa agora! Pega o capacete coloca na cabeça ao contrario, faz piadas com alguns amigos sobe na moto e vai embora.

No dia 26 de março J.P vai brincar com alguns amigos da quadra de sua casa e com um amigo do Judô onde dois dos amigos são mais velhos e apresentam brincadeiras maisagressivas assim tendo mais dominio sobre os menores. J.P pega um brinquedo pula-pula do gugu e fica brincando na nossa frente e conversando. Pedindo para uma das observadoras fechar o olho quando ele chegar perto, então ele corre na esquina pega uma flor e joga perto da observadora e fala agora pode abrir o olho, deixaram uma flor ai para você e não foi eu. Fez isso por 3 vezes sentou ao nosso...
tracking img