Teoria de sistemas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aula 1

Unidade 1 - INTRODUÇÃO À TEORIA DE SISTEMAS
1. Introdução
1.1. Dados X Informação
1.1.1. Conceitos básicos sobre os dados
1.2. O Valor da Informação
1.3. Conhecimento
1.4. Resumo
1.5. Sistema
1.6. Subsistemas
1.7. As Características da Informação Valiosa

1. Introdução

A teoria geral dos sistemas (TGS), que começou a ser estudada em 1950 pelo biólogo alemão Ludwig VonBertalanffy, é uma teoria interdisciplinar para transcender problemas exclusivos de cada ciência e proporcionar princípios e modelos gerais para todas as ciências envolvidas, de modo que as descobertas efetuadas em cada uma pudessem ser utilizadas pelas demais. Ela demonstra o isomorfismo das ciências, permitindo a eliminação de suas fronteiras e o preenchimento dos espaços vazios (espaços brancos)entre elas. A TGS é essencialmente totalizante: os sistemas não podem ser compreendidos apenas pela análise separada e exclusiva de cada uma de suas partes. A TGS se baseia na compreensão da dependência recíproca de todas as disciplinas e da necessidade de sua integração.
Anteriormente à teoria dos sistemas dominavam, em quase todas as ciências, três princípios intelectuais: o reducionismo, opensamento analítico e o mecanicismo.
O reducionismo se baseia na crença de que todas as coisas podem ser decompostas e reduzidas em seus elementos fundamentais simples, que constituem as suas unidades indivisíveis. Por exemplo, o estudo dos átomos na física e o estudo das células na biologia.
O pensamento analítico é utilizado pelo reducionismo para explicar as coisas ou tentar compreendê-lasmelhor. A solução ou explicação do todo constitui a soma ou resultante das soluções ou explicações das partes.
O mecanicismo é o princípio que se baseia na relação simples de causa e efeito entre dois fenômenos. Um fenômeno constitui a causa de outro fenômeno (seu efeito), quando ele é necessário e suficiente para provocá-lo. Como a causa é suficiente para o efeito, nada além dela era cogitado paraexplicá-lo. Essa relação utiliza o que hoje chamamos sistema fechado: o meio ambiente era subtraído na explicação das causas. As leis excluíam os efeitos do meio. Além disso, as leis de causa-efeito não prevêem as exceções. Os efeitos são totalmente determinados pelas causas em uma visão determinística das coisas.
Com o advento da TGS, estes três princípios foram substituídos pelos princípiosopostos: o expansionismo, o pensamento sintético e o da teleologia.
O expansionismo é o princípio que sustenta que todo o fenômeno é parte de um fenômeno maior. O desempenho de um sistema depende de como ele se relaciona com o todo maior que o envolve e do qual faz parte. O expansionismo não nega que cada fenômeno seja constituído de partes, mas a sua ênfase reside na focalização do todo do qualaquele fenômeno faz parte. Essa transferência da visão voltada aos elementos fundamentais para a visão voltada ao todo denomina-se abordagem sistêmica.
O pensamento sintético é o fenômeno que se pretende explicar é visto como parte de um sistema maior e é explicado em termos do papel que se desempenha nesse sistema maior. Os órgãos do organismo humano são explicados pelo papel que se desempenham noorganismo e não pelo comportamento de seus tecidos ou estruturas de organização. A abordagem sistêmica está mais interessada em juntar as coisas do que em separá-las.
A teleologia é o princípio segundo o qual a causa é uma condição necessária, mas nem sempre suficiente para que surja o efeito. Em outros termos, a relação causa-efeito não é uma relação determinística ou mecanicista, massimplesmente probabilística. A teleologia é o estudo do comportamento com a finalidade de alcançar objetivos e passou a influenciar poderosamente as ciências. Enquanto na concepção mecanicista o comportamento é explicado pela identificação de suas causas e nunca do seu efeito, na concepção teleológica o comportamento é explicado por aquilo que ele produz ou por aquilo que é seu propósito ou objetivo...
tracking img