Teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇAO A DISTANCIA
CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS
DISCIPLINA: TEORIA DA CONTABILIDADE

ALUNOS: Camila Gouveia de Lima Almeida – RA 5530103859
Thiago Serra Saraiva – RA 5392113445
Yeda da Silva Gomes – RA 5312947354
Dionaythe Mendes Porto – RA

ATIVIDADES PRATICAS SUPERVISIONADAS
TEORIA DA CONTABILIDADE

TUTOR: Simone GarruchoOsasco 21 de Novembro de 2012

SUMARIO

Introdução _________________________________________________ 02
A Origem da Contabilidade ____________________________________02
Os primeiros Sinais que evidenciam a existência da Contabilidade _____ 05
A evolução da Contabilidade desde os primeiros registros ____________ 05
QualObjetivo da Contabilidade ________________________________ 06
Quais seus principais usuários e suas necessidades _________________ 07
Quais as características qualitativas das demonstrações Contábeis _____ 07
Relatório da Diretoria ________________________________________ 07
Notas Explicativas ___________________________________________ 08
Parecer dos Auditores________________________________________ 08
Valor Adicionado ____________________________________________ 08
Princípios Contábeis __________________________________________ 09
Quadro Comparativo _________________________________________ 10
Ativo e sua Avaliação com Ênfase em Ativo Intangível ______________ 11
Bibliografia ________________________________________________ 13

Introdução

A Origem da ContabilidadePodemos afirmar que a noção de conta e, portanto, de contabilidade, é tão antiga quanto o homem que pensa, ou, melhor dizendo, que conta. Alguns historiadores fazem remontar os primeiros sinais objetivos da existência de contas aproximadamente a 20.000 anos a.C. Entretanto, antes disto, o homem primitivo, ao inventariar o numero de instrumentos de caça e pesca disponíveis, ao contar seusrebanhos, ao contar suas ânforas de bebidas, já estava praticando uma forma rudimentar de contabilidade, ou seja, efetuando o controle do patrimônio. Na invenção da escrita, a representação dos números normalmente tem sido uma precedência histórica. Logo, é possível localizar os primeiros exemplos completos de contabilidade, seguramente alguns milênios antes de Cristo, entre a civilização sumériobabilonense. Mas é possível que algumas formas rudimentares de contagem de bens tenham sido realizadas bem antes disto, como procuramos mostrar, partindo da pré-história ate o surgimento das escolas europeia e americana.
É claro que a contabilidade teve evolução relativamente lenta ate o aparecimento da moeda. Na época da troca pura e simples de mercadorias, os negociantes anotavam as obrigações, osdireitos e os bens perante terceiros, porem, obviamente, tratava-se de um mero elenco de inventario físico, sem avaliação monetária.

Pré – Historia (20.000 a.C)

Nos primórdios da existência humana, a busca constante pela sobrevivência e a necessidade de se manter memorizando o que já fora armazenado (proveniente da natureza), evitando assim novas buscas e riscos, fez com que o homemprimitivo.
Iniciasse, através de inscrições rudimentares, o controle daquilo que possuía.
Achados históricos, de cerca de 20.000 anos antes de Cristo, evidenciam, através de sulcos feitos em ossos de animais e em paredes de cavernas (sul da França – inscrições com cerca de 27.000 anos), tal controle.
Frederico Melis: Desde que o homem se preocupou com o amanha, preocupou-se também em fazer as contas.(5.000 e 7.000 a.C)

As necessidades constantes de sobrevivência e de relacionar-se com outros da mesma espécie fizeram com que os primeiros grupamentos de pessoas (aldeias e cidades) fossem formados.
Na era denominada Neolítica os registros encontrados (já não tão primitivos) apontam avanços significativos da civilização, com construções de casas, produção de objetos de cerâmica, divisão...
tracking img