Teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5011 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera - UNIDERP
Centro de Educação a Distância






CIÊNCIAS CONTÁBEIS



NOME DOS ALUNOS E RA









DESAFIO DE APRENDIZAGEM
TEORIA DA CONTABILIDADE






















DESAFIO DE APRENDIZAGEM
TEORIA DA CONTABILIDADE







Trabalho apresentado ao Curso deCiências Contábies da Universidade Anhanguera-Uniderp, para a disciplina de Teoria da Contábilidade,sob orientação do Professor Tutor Presencial Ana Cristina Gonçalves.

Prof. Me. Juliana Leite Kirchner.



INTRODUÇÃO

A Contabilidade é a ciência que tem como finalidade registrar, coletar, resumir informar e interpretar dados e fenômenos que afetam as situações patrimonial, financeira eeconômica de qualquer entidade.
Possui três requisitos para ser considerada Ciência: o campo de atuação que são asentidades; o objeto que é o patrimônio; e o método das partidas dobradas. Objetivo é introduzir o aluno no universo da Ciência Contábil, apresentando-lhe conceitos básicos fundamentais para iniciar-se na Contabilidade.Oferecer uma visão inicial da Contabilidade enquanto Ciência;Apresentaros conceitos fundamentais da Contabilidade;Iniciar o aluno na prática de lançamentos contábeis fundamentais;Apresentar as demonstrações contábeis básicas (Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados).


DESENVOLVIMENTO

A história da contabilidade é tão antiga quanto a própria história da civilização. Está ligada às primeiras manifestações humanas da necessidade social de proteção àposse e de perpetuação e interpretação dos fatos ocorridos com o objeto material de que o homem sempre dispôs para alcançar os fins propostos. Deixando a caça, o homem voltou-se à organização da agricultura e do pastoreio. A organização econômica acerca do direito do uso do solo acarretou em separatividade, rompendo a vida comunitária, surgindo divisões e o senso de propriedade. Assim, cada pessoacriava sua riqueza individual.
Ao morrer, o legado deixado por esta pessoa não era dissolvido, mas passado como herança aos filhos ou parentes. A herança recebida dos pais (pater, patris), denominou-se patrimônio. O termo passou a ser utilizado para quaisquer valores, mesmo que estes não tivessem sido herdados. A origem da Contabilidade está ligada a necessidade de registros do comércio. Há indíciosde que as primeiras cidades comerciais eram dos fenícios. A prática do comércio não era exclusiva destes, sendo exercida nas principais cidades da Antiguidade. A atividade de troca e venda dos comerciantes semíticos requeria o acompanhamento das variações de seus bens quando cada transação era efetuada. As trocas de bens e serviços eram seguidas de simples registros ou relatórios sobre o fato.Mas as cobranças de impostos, na Babilônia já se faziam com escritas, embora rudimentares. Um escriba egípcio contabilizou os negócios efetuados pelo governo de seu país no ano 2000 a.C.
À medida que o homem começava a possuir maior quantidade de valores, preocupava-lhe saber quanto poderiam render e qual a forma mais simples de aumentar as suas posses; tais informações não eram de fácilmemorização quando já em maior volume, requerendo registros. Foi o pensamento do "futuro" que levou o homem aos primeiros registros a fim de que pudesse conhecer as suas reais possibilidades de uso, de consumo, de produção etc.
Com o surgimento das primeiras administrações particulares aparecia a necessidade de controle, que não poderia ser feito sem o devido registro, a fim de que se pudesse prestar contada coisa administrada. É importante lembrarmos que naquele tempo não havia o crédito, ou seja, as compras, vendas e trocas eram à vista. Posteriormente, empregavam-se ramos de árvore assinalados como prova de dívida ou quitação. O desenvolvimento do papiro (papel) e do cálamo (pena de escrever) no Egito antigo facilitou extraordinariamente o registro de informações sobre negócios. A medida em...
tracking img