Teoria da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3816 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA-UNIDERP
Centro de Educação a Distância









DESAFIO DE APRENDIZAGEM
Atividades Tutoria EAD
Teoria da Contabilidade













DESAFIO DE APRENDIZAGEM
Teoria da Contabilidade


Aprovado em: ___/___/___.
Nota:_________________



BANCA EXAMINADORA

_____________________________
Prof.
_____________________________
Prof._____________________________
Prof.

O grupo consultou vários balanços patrimoniais de diferentes empresas de distintos seguimentos. Foi selecionado e apresentado três empresas com o balanço patrimonial mais significativos, que seguem abaixo, os prints e o comentário baseado nos tópicos sugeridos no Caderno de Atividades – Administração 2, páginas 188 e 189.

1. BALANCO PATRIMONIAL/2009 CEASA/MG
2. BALANCOPATRIMONIAL/2009 COTRIJAL
3. BALANCO PATRIMONIAL/2008 MAKRO

1. BALANCO PATRIMONIAL/2009 CEASA/MG
http://www.ceasaminas.com.br/pdf/balanco_patrimonial.pdf












2. BALANCO PATRIMONIAL COTRIJAL /2009
http://www.cotrijal.com.br/balanco/balanco_patrimonial.pdf


























3. BALANCO PATRIMONIAL/2008 MAKROhttp://www.makro.com.br/upload/makro/pt/empresa/balanco_patrimonial/MAKRO_2009_GZM.PDF










A. O Balanço Patrimonial das empresas está estruturado de acordo com o estudo visto na disciplina de Teoria da Contabilidade, pela Lei 11.638/07 e Lei 11.941/09?

Sim, está. Não houve nenhuma divergência nas empresas analisadas. Todas apresentaram convergências embasadas em dados concretos eefetivamente convincentes.
As empresas analisadas optaram por elaborar o balanço patrimonial tendo como ponto de partida da contabilidade de acordo com a legislação societária modificada pela Lei nº 11.638/07 e Medida Provisória nº 449/08. As modificações introduzidas pelas referidas legislações caracterizam-se como mudança de prática contábil, entretanto, conforme facultado pelo Pronunciamento TécnicoCPC 13 – Adoção inicial da Lei nº 11.638/07 e Medida Provisória nº 449/08, aprovado pela Resolução CFC nº 1.152/09, quando aplicável, todos os ajustes, sem efeitos retrospectivos sobre as demonstrações financeiras.
Seguem abaixo as principais alterações que afetaram as demonstrações financeiras em decorrência da adoção inicial da Lei nº 11.638/07 e Medida Provisória nº 449/08:
• Apresentação daDemonstração do fluxo de caixa em substituição da Demonstração das Origens e aplicações de recursos;
• Eliminação da nomenclatura “Ativo Permanente” que passou a ser denominado como “Ativo Não Circulante”;
• Os softwares já reconhecidos antes da adoção inicial da Lei nº 11.638/07 e Medida Provisória nº 449/08, e que atenderam os requisitos específicos do Pronunciamento Técnico CPC 04 - AtivoIntangível foi reclassificado do grupo de contas do ativo imobilizado para o grupo de contas específico de Intangível.
O parecer dos auditores independentes em três das empresas analisadas demonstrou muito detalhado em todos os aspectos. Fizeram testes para comprovar a veracidade dos dados e salientaram situações que estavam pendentes de regularização legal e contábil até a data do atual documento.Em uma das empresas o parecer dos auditores independentes trouxe em pauta os créditos adquiridos de terceiros, provenientes de ação trabalhista, e explicaram que os valores estão sujeitos a confirmações futuras, pois dependem de outros órgãos para definição.
Não foi encontrada nenhuma ressalva nos documentos.
Os auditores independentes (No Brasil a Lei das Sociedades por Ações (Lei nº 6.404 de15/12/1976, sendo alterada em parte pela Lei nº 11.638 de 28/12/2007), determina que as demonstrações contábeis sejam auditadas por auditores independentes registrados na CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Normas específicas também exigem que as instituições subordinadas ao Banco Central do Brasil, à Superintendência de Seguros Privados e outras também tenham suas demonstrações contábeis...
tracking img