Teor ideal de argamassa seca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3385 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

CENTRO DE TECNOLOGIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL





DOSAGEM RACIONAL

DO

CONCRETO







ACADÊMICOS: RA:













PROFESSOR: José Wilson Assunção

MARINGÁ, 10 DE JULHO DE 2009




Sumário
PESQUISA BIBLIOGRÁFICA 2
CONSTITUIÇÃO DO CONCRETO 3
PROPRIEDADESDO CONCRETO 133
MÉTODO DE DOSAGEM - EPUSP/IPT 177
DOSAGEM 188
Normas de referências 19
Caracterização física dos agregados 20
DETERMINAÇÃO das dosagens (masa e volume) 266
Quadro de legenda 27
Quadro resumo para o traçado das curvas de dosagem 288
DIAGRAMA DE DOSAGEM ....................................................................................................29

ESPECIFICACOESADOTADAS PARA O ESTUDO DE DOSAGEM 300
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DOS MATERIAIS UTILIZADOS 300
Dimensionamento do traço solicitado, em volume, para produção do concreto em betoneira estacionária de eixo inclinado 311
Considerações Finais 322
ANEXOS 35
BIBLIOGRAFIA 621



















PESQUISA BIBLIOGRÁFICA



O concreto utilizado na atualidade é um materialrelativamente novo, tendo em vista que esta mistura é conhecida desde a civilização romana, onde se utilizavam uma pasta composta por cinza pozolânica misturada com cal para produzir um material com características cimentantes.

Evidentemente, este “cimento” romano foi vastamente empregado como argamassa de assentamento e aglomerantes para o agregado graúdo. A partir de então, com o surgimentode necessidades, os materiais e as técnicas construtivas foram cada vez mais aperfeiçoadas, até que em 1824, Joseph Aspdin inventa o cimento Portland, produzido a partir da queima e moagem de calcário e argila, uma mistura que veio a caracterizar e desenvolver os componentes do concreto moderno.

Basicamente, o concreto atual é um material constituído de uma mistura de cimento (os tipos variamde acordo com as necessidades), agregado miúdo (areia), agregado graúdo (brita ou cascalho) e água. É possível ainda utilizar aditivos com a finalidade de alterar características do material, de acordo com o necessário.

O cimento e a água formam um material ligante, uma pasta, que preenche os espaços vazios entre os agregados. Estes por sua vez, são considerados materiais inertes, e devemser resistentes à compressão e ao desgaste, graduados para que o volume da pasta seja reduzido, e também devem apresentar estabilidade nas condições de exposição do concreto.

A dosagem do concreto, é um processo através do qual é determinada a melhor proporção entre os materiais que constituem essa mistura para que atendam às especificações desejadas. A trabalhabilidade do concretofresco e a resistência do concreto endurecido são os fatores mais relevantes. Outro propósito do proporcionamento dos concretos é a redução de custos. No Brasil destacam-se os métodos de dosagem do IPT/EPUSP (Instituto de Pesquisa Tecnológica) e da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland).




CONSTITUIÇÃO DO CONCRETO



Cimento Portland

O cimento Portland é um aglomerantehidráulico produzido basicamente pela mistura, queima e moagem do clínquer, sendo este formado essencialmente por silicatos hidratados de cálcio, com adições de sulfatos de cálcio e outros componentes minerais.

Tipos de cimento:

É possível obter diversos tipos de cimento, a partir da variação das adições. As mais utilizadas são de materiais cimentários (proporção de 25% a 65% de escória de altoforno na mistura), pozzolânicos (10% a 40% de pozzolana) e os não-reativos (10% a 16% de filler calcário na mistura). Cada adição confere ao material diferentes características, tais como variações no tempo de pega, calor de hidratação, resistência à compressão, resistência a sulfatos etc.

A finura do cimento governa a velocidade da reação de hidratação. O aumento da finura melhora a...
tracking img