Teor de aas em comprimidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Objetivo

Verificar o teor de acidez do ácido acetilsalicílico através de uma solução padronizada de hidróxido de sódio (NaOH).

Introdução

O ácido acetilsalicílico (C8O2H7COOH), também conhecido pela sigla AAS, ou popularmente por Aspirina, consiste em um fármaco com propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antitérmicas, sendo utilizado em tratamentos como a inibição de dor decabeça, cólicas menstruais, e dores musculares.

Procedimento Experimental


Reagentes | Vidrarias |
Hidróxido de Sódio (NaOH) | Proveta de 100mL |
Ácido Acetilsalicílico | Becker de 250mL |
Água Deionizada | Erlenmeyer de 250mL |
Fenolftaleína | Bureta de 25mL |
Álcool Etílico 95% (CH3CH2OH) | Garra Metálica |
Biftalato de Potássio (KHC8H4O4) | Vidro Relógio |
| Conta-Gotas || Balança Analítica |
| Suporte Universal |
| Bastão de vidro |
| Pistilo |
| Almofariz |
| Pisseta |

Preparamos uma solução padronizada de NaOH 0,1 mol/L utilizando uma solução de Biftalato de Potássio (KHC8H4O4) 0,1 mol/L como padrão primário. Após obtermos a solução padronizada, demos inicio a experiência, para que a mesma seja realizada, tínhamos a nossa disposição umcomprimido de ácido acetilsalicílico, colocamos o comprimido em um vidro relógio e pesamos na balança analítica.
Tendo os resultados da pesagem em mão, colocamos o comprimido no almofariz e utilizando o pistilo moemos o comprimido para aumentar a superfície de contato. Em seguida, colocamos o pó obtido dentro do erlenmeyer, medimos 20mL de água deionizada na proveta e adicionamos a água junto aocomprimido no erlenmeyer, medimos mais 20mL de álcool etílico na proveta e adicionamos junto ao que já havia dentro do erlenmeyer, agitamos as substâncias para assim formarmos uma solução hidroalcólica.
Após isso, adicionamos 5 gotas de fenolftaleína na solução obtida e montamos o suporte universal, posicionando nele a garra metálica para servir de apoio a bureta e na mesma alocamos a soluçãopadronizada de NaOH até o menisco atingir a marca de 25mL.
Titulamos a solução no erlenmeyer, despejando o líquido da bureta lentamente dentro do erlenmeyer e o agitando lentamente até que a solução do erlenmeyer adotasse uma coloração rosa bem fraca persistente por um minuto e, por último, calculamos o teor em massa de ácido presente no comprimido.


Resultados e Discussões
Solução de Biftalatode Potássio (KHC8H4O4)

Cálculo realizado para Obter a massa a ser Pesada:
Para descobrirmos a massa a ser pesada de Biftalato de Potássio utilizamos a formular de concentração molar:
M = m
MM*V
M = Concentração Molar
m = massa
MM = Massa Molar
V = Volume (L)
Substituindo na formula obtemos:
M = m 0,1 = m 0,1= m0,1 x 20,422 = m
MM*V 204,22x0,1 20,422

m = 2,0422 g
Porém, através de analise do rótulo, vimos que a massa obtida através da equação (2,0422 g) corresponde a 99,5% de Biftalato de Potássio, ou seja, utilizamos uma regra de três para obtermos a quantidade em 100%:
2,0422g 99,5% Z = 2,0422 x 100 Z = 2,0524 g deKHC8H4O4
Z 100% 99,5
Ou seja, para preparo da solução 0,1 mol/L, pesamos 2,0524 g de KHC8H4O4.

Solução de Hidróxido de Sódio (NaOH)

Cálculo realizado para Obter a massa a ser Pesada:
Para descobrirmos a massa a ser pesada de Hidróxido de Sódio utilizamos a formular de concentração molar:
M = m
MM x V
M = Concentração Molarm = massa
MM = Massa Molar
V = Volume (L)
Substituindo na formula obtemos:
M = m 0,1 = m 0,1= m 0,1 x 8 = m
MM x V 40 x 0,2 8

m = 0,8 g
Porém, através de analise do rótulo, vimos que a massa obtida através da equação (0,8 g) corresponde a 97% de Hidróxido de...
tracking img