Teologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9908 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto Spurgeon

A Espada e a Espátula

Março de 2012

1

Projeto Spurgeon

A Espada e a Espátula

Março de 2012

Indice
Editorial
Armando Marcos

3 4 6 9 11 15 17 20 23 29 30

É necessária total compreensão
C.H.Spurgeon

Qual a utilidade da apologética?
William Craig

Saberia Eu?
J.C.Ryle

“Bem-Aventurados os Limpos de Coração”
Mary Schultze

O Que Significa Ser Soldado de Cristo?
ÁtilaCalumby

Fora com o Spurgeonismo
C.H.Spurgeon

Estás Salvo? Do que?
Josep Rossello

Avivamento segundo Spurgeon
Allan Roman

O Dom de Deus é gratuito ao homem
Martinho Lutero

ESPECIAL: Cristão e as Setas de Belzebu
C.H.Spurgeon

A Espada e a Espátula é uma publicação mensal de Projeto Spurgeon – proclamando a CRISTO Crucificado; inspirada na original “The Sword of the Trowel”, fundada por Spurgeondesde 1865. Todos os direitos reservados: uso livre desse material. Email: contato@projetospurgeon.com.br www.projetospurgeon.com.br

2

Projeto Spurgeon

A Espada e a Espátula

Março de 2012

Editorial
Armando Marcos
Em Dezembro de 1864, Charles Spurgeon lançou o primeiro volume de sua revista mensal, a “The Sword and the Trowel”, que ele intitulou dessa forma baseado em Neemias 4:17:18; a ideia deSpurgeon era usar a edição para relatar as atividades de seu ministério, combater o pecado e edificar os irmãos: essa revista mensal refletiu muito a obra de Spurgeon, tanto que diversos textos só foram publicados nessa revista, e em 1887 ele teve um desempenho vital, pois foi por meio dela que Spurgeon desenrolou a controvérsia do Declínio, da qual ele combateu a descrença contra a inspiraçãobíblica e combateu a falta de zelo dos cristãos reformados batistas. Inspirados nessa revista, que até hoje é editada, hoje como revista da Metropolitan Tabernacle, nós do Projeto Spurgeon – proclamando a CRISTO crucificado, nos propomos a lançar uma simples edição em língua português, em PDF de textos selecionados do Projeto, de futuros sermões, de frases especiais, indicações, bem como seleções dosmelhores textos possíveis da blogosfera cristã: nosso intuito é com essa revista, incentivar a leitura desses autores, bem como informar e edificar os cristãos em temas variados, e até mesmo a conversão de pecadores para Cristo.

São Paulo, Março de 2012

3

Projeto Spurgeon

A Espada e a Espátula

Março de 2012

É necessária total compreensão?
C.H.Spurgeon

P

or

Por exemplo – Deus proíbe quenós considerássemos a crença na doutrina da eleição como um teste absoluto da salvação do homem – sem dúvidas há muitos preciosos filhos de Deus que não foram capazes de aceitar essa preciosa verdade de Deus. Claro, a doutrina é essencial ao grande plano de Graça, como base do propósito eterno de Deus – mas ela não é, todavia, necessariamente a raiz da fé na recepção do pecador ao evangelho. E,talvez, eu possa colocar a doutrina da perseverança dos santos na mesma lista. Há muitos que, sem dúvida, irão perseverar até o fim, mas não podem aceitar a possibilidade de estarem garantidos disso.

formação criteriosa nós somos, sem dúvida, livrados de muitas dúvidas e dificuldades o qual um sistema de teologia ruim iria certamente encorajar. O Homem que é sólido na fé, e que entende as maiseminentes e sublimes doutrinas da Revelação Divina, terá fontes de consolação as quais os menos instruídos não podem conhecer. Mas nós sempre acreditamos, e estamos sempre preparados para confessar, que há muitas doutrinas que apesar de excessivamente preciosas, não são essenciais. Nós acreditamos que uma pessoa pode estar em estado de divina graça e ainda não as receber.

Eles estão tão ocupados com ospensamentos de suas provações, que eles não vêm a amadurecer o conhecimento de sua completa salvação. Eles são seguramente mantidos enquanto eles não

4

Projeto Spurgeon

A Espada e a Espátula

Março de 2012

confiam em sua garantia, assim como há milhares de eleitos que não acreditam na eleição. Enquanto a doutrina calvinista é tão preciosa para nós – nós nos sentimos prontos a morrer em...
tracking img