Teologia pastoral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1620 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PASTORAL



RESUMO



Este trabalho pretende mostrar de maneira breve a importância da ética pastoral, pois ela não pode ultrapassar os limites da dimensão ética do sagrado e da liberdade individual com disciplina e amor. Ela é a base para o relacionamento entre pastor e pastoreado, é a troca de confiança e respeito entre ambas as partes.


Palavras Chave: Ética,Pastoral, Confiança, Respeito.


1 INTRODUÇÃO


A definição de ética é “a disciplina que estuda a moral”, podemos associar este conceito com a ética pastoral, dizendo que é o estudo relacionado aos valores referentes à “Santidade”.

Na ética pastoral, existem valores que formam sua base, são eles: o respeito, confiança, discrição, sigilo, dedicação e principalmente amor aorebanho.


O pastor ou pastora devem dar o exemplo de vida, pois cabe aos pastores a missão de influenciar e ensinar os pastoreados, através de suas ações, falas e principalmente o testemunho. A pessoa a ser influenciada deve ver a diferença e adotar o modelo de vida do seu pastor, pois Deus instituiu na Terra os pastores para cuidarem das ovelhas treinando-as para que futuramente elaspossam gerar outras ovelhas e pastoreá-las sucessivamente.


A ética pastoral é seguida de regras para o bom andamento tanto da vida do pastor quanto a do pastoreado, são elas: Dar o melhor de si no ensino da palavra, proteger o rebanho, ser discreto e cuidadoso em todas as informações recebidas por seus membros, ser fiel a Deus e zelar por seu ministério.


Deus se agrada da ética,pois Ele é um Deus de ordem e decência e não de confusão. Ele nos ama e quer nos ver bem. Quando praticamos a ética, Deus se alegra de nossas vidas e nos torna cada vez mais capazes de pastorear seu rebanho.

2 A IMPORTANCIA DA ÉTICA PASTORAL

A ética pastoral é de grande importância e para podermos entender melhor este assunto, ela será apresentada a seguir em seis tópicos:

1) – DO PONTODE VISTA PESSOAL.
O Pastor deve entender o ministério como vocação divina; deve considerar a Bíblia como única regra de fé e prática; deve aplicar-se à oração e ao estudo da Palavra de Deus; deve ser estudioso, mantendo-se em dia com o pensamento teológico, a literatura bíblica e a cultura geral, como líder moral e espiritual do povo de Deus; deve ser um modelo de conduta em todos ossentidos e um exemplo de pureza em suas conversações e atitudes; deve zelar pelo bom nome do ministério da Palavra e de Nosso Senhor Jesus Cristo; deve ser prudente ao relacionar-se com as pessoas, principalmente com as do sexo feminino; deve submeter-se ao Espírito Santo para que os frutos do Espírito se manifestem diariamente em sua vida.

2) – DO PONTO DE VISTA FAMILIAR.

O Pastor deve tercomo companheira uma mulher em condições de ajudá-lo no ministério; deve tratar esposa e filhos como estabelece a Palavra de Deus, constituindo-se exemplo para o rebanho; deve proceder corretamente com relação à sua família, esforçando-se para dar-lhe o sustento adequado, o vestuário, a educação, a assistência médica, bem como, o tempo que ela merece; deve evitar quando possível, o comentário empresença dos filhos menores, dos problemas, aflições ou frustrações da obra pastoral; deve reconhecer a ação de sua esposa junto à família como algo essencial, não envolvendo-a em tarefas eclesiásticas que venham a comprometer seu desempenho familiar.

3) – EM RELAÇÃO A DENOMINAÇÃO.

O Pastor deve manter-se leal à sua denominação, ou cortar suas relações com ela se em boa consciência, nelanão puder permanecer; deve dar sua cooperação leal à Subseção ou Seção da Ordem de Pastores Quadrangular do lugar onde estiver trabalhando; deve colaborar com sua denominação; não deve comprometer a eficiência de seu trabalho pastoral na igreja.

4) – EM RELAÇÃO A IGREJA.

O Pastor não deve deixar seu pastorado sem prévio conhecimento da Igreja, deve só apresentar sua renúncia à...
tracking img