Teologia do velho testamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 88 (21925 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TEOLOGIA DO VELHO TESTAMENTO


1 UNIDADE I

1.1 NOÇÃO GERAL

1.1.1 COMENTÁRIOS INTRODUTÓRIOS

A fonte de pesquisa para se construir uma Teologia do Velho Testamento é a Bíblia e, em particular, o próprio Velho Testamento, é óbvio. Assim, crer nas Escrituras como inspiradas e verdadeiras é fundamental para o desenvolvimento dessa disciplina.
Segundo a Teologia Sistemática, que tambémretira os seus grandes temas da Bíblia, existem, pelo menos, 7 meios de revelação (revelação quer dizer desvendamento, manifestar o que estava oculto):

a) Pela natureza (Rm. 1:18-21; Sl. 19)
b) Pela providência (Rm. 8:28; At. 14:15-17)
c) Pela preservação do universo (Cl. 1:17)
d) Pelos milagres (Jo. 2:11)
e) Pela comunicação direta (At. 22:17-21)
f) Por Cristo (Jo. 1:14)
g) Pela Bíblia (1Jo. 5:9-12)

Estamos, no desenvolvimento dessa disciplina, interessados na revelação bíblica e é importantíssimo que saibamos utilizá-la e que creiamos na sua inspiração, infalibilidade e inerracia (2 Tm. 3:16; Rm. 3:2; 2Pd. 3:16; Mt. 15:6; Jo. 10:35; Hb. 4:12).
Existem vários formas de nos posicionar quanto à Bíblia. Entre elas citamos:

a) Racionalismo. Em sua forma extrema, nega apossibilidade de qualquer revelação sobrenatural. Em sua forma moderada admite a possibilidade de revelação divina, mas essa revelação fica sujeita ao juízo final da razão humana.
b) Romanismo. A Bíblia é um produto da igreja e por isso não é autoridade única e final.
c) Misticismo. A experiência pessoal tem a mesma autoridade da Bíblia.
d) Neo-ortodoxia. A Bíblia é uma testemunha falível da revelaçãode Deus na Palavra, Cristo.
e) Seitas. A Bíblia e os escritos do líder ou fundador de cada seita possuem igual autoridade.
f) Ortodoxia. A Bíblia é a nossa única base de autoridade.

Além disso é bom termos em mente a diferença entre o que é inspiração e o que iluminação.
Entende-se por inspiração o método verbal e plenário, utilizado por Deus, para conduzir os escritores da Bíblia aregistrarem nela tão somente a Sua vontade. Uma vez que o Cânon da Bíblia está completo, crê-se também que a inspiração, conforme entendida teologicamente, não existe mais. A inspiração verbal e plenária é atestada pela própria Bíblia (2 Tm 3:16; 2 Pd. 1:20-21; Ex. 17:14; Jr. 30:20; Mt. 15:4; At. 28:25; Mt. 5:17; Jo. 10:35; 1 Tm 5:18; 2 Pd. 3:16; 1 Cor. 2:13; 1 Pd. 1:11-12). Ora, sendo a Bíblia aexpressão da vontade de Deus, é conclusivo que ela seja inerrante, pois Deus não comete erros (Jo. 17:3; Rm. 3:4; Mt. 5:17; Jo. 10:35; Gn. 3:16; Mt. 22:31-32).
Por iluminação entende-se a capacitação dada pelo Espírito Santo de Deus, autor da Bíblia, aos seus servos para que interpretem, segundo a vontade de Deus, as palavras das Escrituras Sagradas. A iluminação atual em relação aos não-salvos (1 Co.2:14; 2 Co. 4:4; Jo. 16:7-11) e aos salvos (1 Co. 2:10-12; 3:2; Jo. 16:13-15).
A teologia do Velho Testamento é a primeira divisão da teologia bíblica e esforça-se para expor, da forma mais ordenada possível, as grandes declarações da verdade divina que ocorrem nos escritos do Velho Testamento.
O Velho Testamento não contém uma lista sistematizada das declarações teológicas como é próprio dateologia sistemática. Porém possui um farto material sobre a manifestação de Deus e seu relacionamento com o universo.
Para se formular uma teologia do Velho Testamento há de se considerar o significado que as palavras e os escritos tinham na época em que foram formulados. Daí o método da teologia do Velho Testamento deve ser o histórico-teológico. Este método deve levar em conta a progressão darevelação de Deus até resumir-se numa forma escrita definitiva. Além disso a teologia do Velho Testamento não se restringe aos feitos de Deus junto ao povo de Israel, mas é abrangente e expansiva, ou seja, o relacionamento de Deus com Israel é para ser visto como o princípio de um relacionamento com toda a humanidade.
Deve-se manter o devido equilíbrio entre um método de investigação histórico...
tracking img