Tendinite em equinos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Os cavalos são animais que já participam ativamente de nossas vidas à muitos séculos, desde as batalhas até atualmente em competições equestres. O Brasil possui o segundo maior plantel de eqüinos do mundo, sendo movimentados em torno de 2 bilhões de reais por ano no setor.
Com o aumento da utilização da espécie eqüina nas atividades esportivas, também foi observado um crescimentona incidência de patologias que afetam o aparelho locomotor, principalmente nos membros torácicos por suportarem o maior peso corporal, dentre as que se destacam mais temos a tendinite.
A alta atividade atlética exigida pode levar a lesões severas no tecido tendíneo. Tais lesões podem ser resultante de uma sobrecarga única, em que a magnitude da força exigida excede a resistência máxima das fibrasou ainda, de um acúmulo de microleões que aumentam a cada ciclo de carga, levando à ruptura da estrutura tendínea. Essas lesões nas estruturas colágenas flexoras dos eqüinos resultam em alta morbidade, e sua resolução frequentemente depara-se com a impossibilidade de completa restauração estrutural e funcional do tendão. Uma arquitetura tecidual alterada e, consequentemente, uma funçãobiomecânica anômala, levarão ao comprometimento da futura performance do animal e a predisposição ao elevado risco de recidivas, gerando perdas econômicas, principalmente em se tratando de animal atleta. Baseando-se em observações do processo de reparação dos tendões e na literatura existente, acreditamos que haja a possibilidade de se modular este processo de reparação tecidual, visando restaurar amicroanotomia do tendão e minimizar os efeitos restritivos do tecido cicatricial ( ALVES et al, 2001 ).
As causas que primeiramente podem produzir este tipo de lesão são os esforços, que se produzem quando se supera a capacidade tensoelástica. Também temos causas infecciosas principalmente originadas por feridas e contusões que são produzidas por patadas de outros animais ou por interferência no andar,e tamnbém causas parasitárias ( ENGORMIX,I,C, ).
Geralmente os animais afetados possuem um histórico de início repentino de claudicação leve a moderada associada com o enchimento da bainha digital
( CURRET, ).
Os Puro Sangue Ingeses de corrida apresentam estas lesões principalmente nos membros anteriores, enquanto que os Standerbreds ( American Trotter ) apresentam principalmente nos membrosposteriores. Os diferentes locais lesados e a análise da distribuição de cargas entre as estruturas flexoras nos diferentes tipos de exigências, em associação à demanda locomotora específica, explicam essa diferença ( FARIA, A, V, 2005 ).
A ocorrência de enfermidade nos (TF) de eqüinos de corrida em treinamento é estimada em 30% ( PEREIRA et al., 2003 ).
Apesar da melhora significativa naqualidade do processo de cicatrização tendínea ao se utilizar os tratamentos disponíveis na atualidade, o tempo de recuperação contínua sendo um fator limitante, podendo ser necessário de 3 à 16 meses para a completa cicatrização do tendão. Em muitas ocasiões bons atletas são obrigados a se retirarem precocemente da atividade esportiva temporariamente ou definitivamente em decorrência da tendinite (CAETANO, V, 2002 ).
Os objetivos principais no tratamento da tendinite são diminuir o processo inflamatório, minimizar a formação da adesão e restaurar a estrutura e a função do tendão ( CANOLA, J.C ).
Esta monografia têm como objetivo rever os conceitos da tendinite nos tendões dos equinos, assim como a patologia propriamente dita, e as técnicas complementares de diagnóstico, tratamento e seusresultados.











































2.1 – Anatomia e Fisiologia Tendínea

Um tendão é uma fita densa de tecido conjuntivo fibroso que age como intermediário na inserção do músculo ao osso, dispostos em feixes paralelos densamente agrupados. Os tendões possuem grande resistência às tensões e baixa extensibilidade. Em termos...
tracking img