Tecnologias Assistivas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Facilitando a vida do deficiente e de seus cuidadores
O que poderia facilitar nossa vida e não chega até nós.

1 Me apresentando: Consultor de ERP hospitalar, controladoria de hospitais, com
especialização em qualidade total hospitalar pela fundação Cristiano Otoni e
principalmente PAI de um deficiente com 21 anos.
2 Não tenho a intenção de fazer uma palestra técnica. Para isto vão termuitos
especialistas aqui.
Pretendo falar de coisas do dia a dia que todos já passamos e passaremos.
Desejo trocar experiências sobre como superamos os desafios que encontramos
na
missão de dar uma vida mais confortável e digna àqueles de quem cuidamos e
a
quem nos dedicamos.
São detalhes que só quem vive as dificuldades e vitórias diárias pode entender
e que passam despercebidos daqueles quepretendem nos prover serviços, produtos e
direitos.
Minha intenção é lembrar que podemos criar e buscar soluções para melhorar
nosso dia a dia. É que mostremos aos provedores de soluções e produtos o que
realmente precisamos.
3 O que realmente precisamos?
3.1 Não é só de rampas para cadeirantes e vagas reservadas no supermercado
que precisamos.
Existem os deficientes visuais, auditivos,autistas, portadores de Down,
Pcs, idosos com AVC, com alzheimer, etc.
Cada um com dificuldades e necessidades específicas que podem ser
minimizadas com tecnologias e produtos já disponíveis em outros países.
Precisamos de produtos e serviços eficientes e de qualidade que facilitem
nossa vida,
Precisamos precisamos de políticas que garantam o acesso a estas
tecnologias a um custo viável ejusto.
4 Temos a questão dos equipamentos disponíveis no país, a padronização e
as adaptações caseiras.
4.1 Existe uma falta de padronização nos equipamentos e acessórios. Da
mesma forma que faltam acessórios.
É comum notarmos que itens que deveriam ser padronizados tem
variações quando trocamos de marca.
Quando meu filho precisou usar um bipap para ventilação mecânica, que
seria conectado àsua cânula de traqueostomia, descobri que estes
aparelhos não vem com a conexão para uma cânula metálica (que é a
mais comum). E o pior, não se encontra esta conexão para vender.
Acabamos tendo que adaptar sondas de gastrostomia entre as conexões

do bipap e a cânula pela absoluta indisponibilidade de conexões.
Recentemente quando comprei cânulas de traqueostomia novas, notei
que apesarde terem as mesmas especificações, mas com fabricantes
diferentes, não tem exatamente as mesmas medidas e formatos, o que fez
com que os encaixes com o bipap tivessem perda de pressão e eficiência.
Da mesma forma que notei diferenças imensas entre as nacionais e
importadas (no preço inclusive).
Alguém já tentou fazer uma nebulização em alguém que usa ventilação
mecânica e tem tráqueo em casa?O nebulizador caseiro não tem conexão para uma cânula de
traqueostomia e o bipap não tem conexão para nebulizador.
Pior, cada nebulizador tem um tipo de encaixe diferente (inclusive da
mesma marca).
Estas dificuldades sequer são notadas por quem indica a utilização destes
equipamentos ou por quem os fornece.
A gente vai descobrindo quando abre as caixas que o equipamento A não
tem como seconectar ao B como deveria.
Aí entra a necessidade como mãe da criatividade e das visitas à sucata
das lojas de produtos médicos.
Produtos sem padronização e sem os acessórios necessários. É isto que
enfrentamos.
5 Adaptações e equipamentos disponíveis fora do país.
5.1
Existem adaptações disponíveis no mercado americano e europeu
que facilitam diversas tarefas dos cuidadores como o banhoe o
deslocamento.
5.2
Existem adaptações que garantem certa autonomia ao
deficiente como ferramentas para calçar meias, fechar botões, talheres e
utensílios de cozinha para quem tem dificuldades com as mãos, cadeiras
adaptadas para se ir à praia, etc. São detalhes pequenos que mudariam
radicalmente a qualidade de vida do deficiente e dos cuidadores.
Que pai não gostaria de ver seu filho...
tracking img