Tecnologia da biologia celular e molecular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9739 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Tecnologia da Biologia Celular e Molecular


A biologia celular e molecular estuda objetos muito pequenos, por isso depende inteiramente do aperfeiçoamento dos instrumentos e das técnicas de pesquisa.
Para estudo no microscópio óptico, os tecidos são fixados, cortados e corados; as imagens obtidas podem ser armazenadas em discos de computador e processadas posteriormente.Os microscópios de contraste de fase facilitam o exame de células vivas.
Com o microscópio confocal, é possível fazer cortes ópticos da célula e a reconstituição tridimensional, por computação, das imagens digitalizadas de organelas e outros constituintes celulares.
O microscópio eletrônico de transmissão tem um poder de resolução mais de 100 vezes superior ao domicroscópio óptico e revelou numerosas minúcias da estrutura celular que não eram sequer percebidas anteriormente, revolucionando os estudos sobre as células.
O microscópio eletrônico de varredura visa ao estudo das superfícies externas e internas das células e organelas.
A imunocitoquímica é empregada para a localização de macromoléculas celulares específicas.
Nasculturas, as células podem ser mantidas vivas e proliferando por muito tempo, o que facilita o estudo de suas funções.
As organelas podem ser isoladas das células por centrifugação fracionada (centrifugação diferencial).
A cromatografia em coluna é uma técnica utilizada para separar macromoléculas celulares.
A técnica de eletroforese pode ser usada para identificarmacromoléculas e para determinar o tamanho das moléculas protéicas.


Os conhecimentos sobre as células progridem paralelamente ao aperfeiçoamento dos métodos de investigação. Inicialmente, o microscópio óptico, também chamado microscópio de luz, possibilitou o descobrimento das células e a elaboração da teoria de que todos os seres vivos são constituídos por células.
Posteriormente,foram descobertas técnicas citoquímicas para a identificação e localização de diversas moléculas constituintes das células. Com o advento dos microscópios eletrônicos, que têm grande poder de resolução, foram observados pormenores da estrutura celular que não poderiam sequer ser imaginado pelos estudos feitos com os microscópios ópticos.
Mais ou menos simultaneamente com o uso dosmicroscópios eletrônicos, foram aperfeiçoados métodos para a separação de organelas celulares e para o estudo in vitro de suas moléculas e respectivas funções. A análise de organelas isoladas em grande quantidade, a cultura de células, a possibilidade de manipular o genoma através da adição ou supressão de genes e o aparecimento de numerosas técnicas de uso comum aos diversos ramos da pesquisa biológicalevaram ao surgimento do que se costuma chamar de biologia celular e molecular, que é o estudo integrado das células, através de todo o arsenal técnico disponível. É impossível descrever, mesmo sumariamente, todas as técnicas utilizadas nos variados estudos sobre as células. Cada pesquisador tem usado sua imaginação para criar abordagens as mais variadas, de acordo com o problema a ser resolvido.Neste capítulo, apenas como exemplos, serão estudadas algumas técnicas que têm contribuído de modo significativo para o progresso da biologia celular e molecular. Para manter o livro com um tamanho razoável, muitas técnicas importantes foram deixadas de lado.
Confecção de cortes para estudo nos microscópios óptico e eletrônico
Embora seja possível o estudo microscópico de célulasvivas, muitas vezes há vantagem em obter um preparado permanente (lâmina) no qual as células ficam preservadas, isto é, fixadas e coradas, para melhor demonstração dos seus componentes.
Um preparado permanente ideal deveria mostrar as células com a mesma estrutura microscópica e composição química que possuíam quando vivas. Isso, entretanto, não é possível, e todos os preparados...
tracking img