Tecnicas de negociação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1770 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS – AESGA
FACULDADE DE CIENCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS – FAGA
7º PERÍODO DE ADMINISTRAÇÃO
PROFºs ...............

QUALIDADE E PRODUTIVIDADE NO AGRONEGÓCIO

cidade, maio/2011
AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS – AESGA
FACULDADE DE CIENCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS – FAGA
7º PERÍODO DE ADMINISTRAÇÃO
PROFºs

QUALIDADE EPRODUTIVIDADE NO AGRONEGÓCIO

Trabalho sobre Qualidade e Produtividade, apresentado aos professores........., da disciplina de Agronegócio, 7º Período de Administração, turno noturno, da Faculdade de

Garanhuns, 2011
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ................................................................................................................. 42. DESENVOLVIMENTO .................................................................................................. 5
2.1 BACIA LEITEIRA NA BAHIA .................................................................. 6
3. CONSIDERAÇOES FINAIS .........,.............................................................................. 9
4. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS........................................................................ 10

1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho, tem a finalidade de mostrar a importância da Produtividade e Qualidade no Agronegócio, utilizando o exemplo da Fazenda Leitíssimo no estado da Bahia, iremos mostrar a grande diferença quantitativamente e qualitativamente em relação a produção, considerando desde o planejamento ate aprodução final.

4
2. DESENVOLVIMENTO

Qualidade é tudo aquilo que melhora o produto do ponto de vista do cliente (Deming 1993)
Para o aumento de produtividade é preciso um investimento visando diminuir os erros: diminuir as perdas da produção agrícola e garantir sanidade animal na pecuária. Perdas na produção são perdas de investimento, pois o que foi comercializado pagará por aquilo que nãofoi comercializado (mas foi produzido).
O aumento de produtividade vem, também, através da produção em escala. Com a produção em escala há um aumento de produção sem um aumento de custos fixos diretamente proporcional, aumentando-se assim os resultados. Para isso, o associativismo para produção e comercialização é muito eficaz.
 
O investimento em tecnologia vem de encontro com essas duasestratégias, garantindo qualidade e maior retorno. Por tecnologia deve subentender-se a biotecnologia (não necessariamente a transgênica, mas melhoramento de sementes, melhoramento genético de matrizes, etc) e a tecnologia de processos (como agricultura de precisão, plantio direto, etc). 
Outro importante (senão o mais importante) fator que contribui imensamente para o aumento da produtividade é oconhecimento. Quanto mais se conhece sobre novas tecnologias, melhor aproveitamento dos recursos naturais, melhores práticas administrativas, etc, uma vez empregado esse conhecimento eficientemente na produção agropecuária, maior deverá ser o retorno obtido no agronegócio.
O aumento da produtividade é uma necessidade básica nos negócios de qualquer setor; e no agronegócio não é diferente. Quãomenor for o aumento da produtividade, maior será a chance de ter que abandonar o mercado por causa do sucateamento do negócio e da crescente falta de recursos. O produtor rural não deve gerir seu negócio como seu avô fazia, mas como quer que seu filho faça.
 Produtividade é evolução; quem não evoluir, mais cedo ou mais tarde estará fora do mercado. Por isso, agora, mais do que nunca, o produtor ruraldeve manter-se ativo, produzindo. Deve haver uma quebra de paradigmas: o produtor rural não pode cessar o negócio devido ao fato de o mercado estar sofrendo tensões negativas.
5
O produtor rural, responsável pelo bom resultado da balança comercial brasileira, deve manter seu negócio em plena atividade, investindo no aumento de produtividade e mostrando a todos a força que sempre teve para...
tracking img