Tecnicas de entrevista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1656 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
PSICOLOGIA – GOIANIA/GO

TÉCNICAS DE ENTREVISTA DE OBSRVAÇÃO

GOIANIA - GO
2012
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
PSICOLOGIA

TÉCNICAS DE ENTREVISTA DE OBSRVAÇÃO

 

GOIANIA – GO/2012

ENTREVISTA E SUA ATMOSFERA

Nesse Capitulo discute as condições internas e externas que consequentemente criamos para o entrevistado que é de grande importância. Discutetambém o local, roupas, sons, perguntas, falas, enfim, tudo em volta da atmosfera profissional.
De fato, uma entrevista de ajuda pode ser realizada em quase todos os lugares, mas em geral imaginamos que aconteça em uma sala.
As condições externas que podem e devem ser evitadas incluem interferências e interrupções. As interrupções externas só servem para prejudicar.
Fatores internos eatmosfera: São mais importantes para o entrevistado do que todas as condições externas reunidas, pois as internas existem em nós, o entrevistador.
Para alem de nossa suposta competência profissional, certas condições internas ou atitudes podem nos auxiliar. Conhecer-se, gostar de si próprio, sentir-se bem consigo mesmo, é uma dessas condições.
Ser honesto, ter honestidade com nós mesmos para sermoshonestos com ele; Maior parte dos entrevistados sente-se melhor com entrevistadores que lhe parecem seres humanos falíveis.
A honestidade recíproca desta natureza pode incluir ás vezes, dizer ao entrevistado que não temos a solução para sua dificuldade.
Lewin (1935) e outros autores falam do espaço vital que cada um de nós ocupa; parece que à entrevista o melhor é agir de modo a não impormos nossoespaço vital ao entrevistado, confundir o nosso com o dele; e nos comportamos de forma a capacitá-lo a explorar seu próprio espaço vital em razão da nossa presença e não apesar dele.
Freud e sua filha Anna criaram INSIGHTS inovadores sobre os mecanismos de defesa, que, no entanto são coisas que fazemos inconscientemente para proteger nosso ego. Recentemente, pesquisadores do comportamento humanosalientaram os mecanismos de enfrentamento – coisas que fazemos conscientemente para satisfazer as imposições da realidade. Sem negar a importância vital das defesas, afirmam que por vezes é possível confrontar-se, pode ser possível ao entrevistado enfrentar a realidade ao invés de defender-se dela, nega-la ou distorce-la até ficar irreconhecível. Enfrentar, pelo contrario, é encarar os fatos edecidir, então, o que fazer com eles. Se pudermos criar uma atmosfera em que o confronto seja alcançado, nossa entrevista de ajuda poderá ajudar mais do que se pode prever.
A entrevista de ajuda é mais uma arte e uma habilidade do que uma ciência, e cada artista precisam descobrir seu próprio estilo e os instrumentos para trabalhar melhor. O estilo amadurece com experiência, estimulo e reflexão.Às vezes, é cabível ou necessária uma introdução por parte do entrevistador, algo que ajude o entrevistado a iniciar. Mas devemos tentar isso somente quando sentimos que será útil.
A entrevista iniciada pelo entrevistador: a regra é situar no inicio, com clareza, aquilo que levou você a pedir ao entrevistado que viesse vê-lo. O grande perigo que existe nas sessões iniciadas pelo entrevistador é apossibilidade é a possibilidade de elas se transformarem em monólogos ou conferencias, ou uma mistura dos dois.O entrevistado tem o direito de saber imediatamente o nosso objetivo chama-lo. Se a intenção é ajudar, quanto mais honestos e abertos formos, da mesma forma ele o será. O resultado será uma entrevista verdadeira, na qual duas pessoas conversam de maneira séria e objetiva.

Três estágiosprincipais da entrevista:

1) Abertura ou colocação do problema: O assunto ou problema que motivou o encontro entre entrevistado o entrevistador. Essa fase me geral termina quando ambos compreendem o que deve ser discutido e concordam que o será.O verdadeiro problema foi descoberto, e a entrevista prossegue de modo adequado.
2) Desenvolvimento ou exploração: Uma vez que o assunto foi...
tracking img