Tecnicas de aquecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2077 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Química Geral e Experimental I
Práticas de Laboratório


Química Geral e Experimental I
Práticas de Laboratório
Técnicas de Aquecimento



RESUMO

Foram realizados experimentos com técnicas de aquecimento, com base nas aulas anteriores. Conforme a lista fornecida, testes feitos com bico de Bünsen, aquecimento de H2O (destilada) no béquer e no tubo de ensaio, calcinação de SulfatoCúprico Pentahidratado (CuSO4.5H2O), aquecimento em banho de areia e evaporação em cápsula de porcelana.



.

SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO 4
2. MATERIAIS E PROCEDIMENTOS 5
2.1. VIDRARIAS 6
2.2. MATERIAIS UTILIZADOS 8
2.3. BICO DE BÜNSEN 9
2.4. AQUECIMENTO DE H2O DESTILADA NO COPO DE BÉQUER 9
2.5. AQUECIMENTO DE H2O DESTILADA NO TUBO DE ENSAIO 10
2.6. CALCINAÇÃO 11
2.7.AQUECIMENTO EM BANHO DE AREIA E EVAPORIZAÇÃO EM CÁPSULA DE PORCELANA 12
3. RESULTADOS E DISCUSSÕES 14
4. CONCLUSÃO 15
5. REFERÊNCIAS 16

1. INTRODUÇÃO

Assim como todo estudante e frequentador de laboratório de química, devemos saber manusear diferentes equipamentos, assim como o bico de Bünsen. Nesta prática pode se aprender como regulá-lo, acendê-lo e manuseá-lo corretamente demaneira segura.
Há diferentes tipos de matérias com diferentes tipos pontos de ebulição e fusão, com uma análise simples, tal como foi realizada em experiência, é possível analisar o simplório aquecimento de água destilada em béquer e em tubos de ensaio, assim podemos apreender informações de como fazer, e o ponto de fervura.
Já outro tipo de material, com um aspecto físico variado da águadestilada, é o sal, em estado sólido, onde foi calcinado em cadinhos, assim observamos diretamente rigorosas mudanças físicas. Por fim, há o aquecimento destes materiais juntos, tal que possa como o ocorrido, apenas sobrar um no recipiente de porcelana, exemplo da aula, foi o aquecimento de sal de cozinha (NaCl) com água destilada, até a evaporação total do líquido.

2. MATERIAIS E PROCEDIMENTOS3.1. VIDRARIAS

-Balão de fundo chato: Este é um material muito utilizado para o aquecimento e preparação de soluções, podendo realizar reações com desprendimento de gases. Seu uso é de grande semelhança com o balão de fundo redondo, no entanto, é mais apropriado para os aquecimentos sob refluxo e conta com a possibilidade de ser apoiado em superfícies planas.
-Balão de fundo redondo: Suadestinação é semelhante ao balão de fundo chato, sendo indicado para destilações químicas e também para aquecimentos sobre refluxo.
-Balão de destilação: É um instrumento usado na área química para a realização de destilação, o qual se conecta a um condensador. É fabricado por vidro de borosilicato, mais conhecido comercialmente como pirex.
-Balão volumétrico: O balão volumétrico ou tambémconhecido como balão graduado, é um frasco muito utilizado para a preparação e diluição de soluções com volumes pré-fixos e precisos. Este possui um traço de aferição no gargalo, e podem ter volumes diferentes, isto é, entre 5 mL a 101mL.
-Balão Erlenmeyer: O balão de Erlenmeyer, que em alemão é conhecido de Erlenmeyerkolben, é um frasco utilizado como recipiente em laboratórios, o qual foi umavidraria inventada pelo alemão Emil Erlenmeyer, originando o tal nome.
-Proveta: A proveta é um instrumento cilíndrico de medida para soluções aquosas, ou melhor, líquidos. Possui uma escala de volumes rigorosa, sendo encontrada facilmente em plástico ou vidro, e com volumes que variam entre 5 a 2.000 mililitros.
-Frasco Kitassato: O frasco de Kitassato constitui a aparelhagem das filtrações a vácuo,com saída lateral que se conecta a uma trompa de vácuo. Esta vidraria é utilizada na filtragem, mais veloz, e também na secagem de sólidos precipitados.
-Béquer: O béquer ou Becker, conhecido também como gobelé ou copo em Portugal, é um recipiente utilizado em laboratórios de química, sendo que existem dois tipos de Becker, o chamado ‘Copo de Griffin’ ou ‘Becker forma baixa’ e Copo de...
tracking img