Tecnica de estudo e pesquisa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TABELA A
ESTRUTURA DO ARTIGO CIENTÍFICO

ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS | |
TÍTULO E SUBTÍTULO | Violência contra a mulher: a visibilidade do problema para um grupo deprofissionais de saúde |
AUTOR ECOLABORADORES | Angelina LettiereI; Ana Márcia Spanó NakanoII; Daniela Taysa RodriguesIII |
CURRÍCULO | IGraduanda da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (EERP/USP).Bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq. Projeto PIBIC/USP/CNPq nº. 109813/2005-7. Ribeirão Preto, SP, Brasil. angelinalettiere@ig.com.br
IIEnfermeira. Professora Associada do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (EERP/USP). Orientadora da pesquisa. Ribeirão Preto, SP, Brasil. nakano@eerp.usp.brIIIEnfermeira. Especialista em Obstetrícia e Neonatológica. Pós-graduanda do Programa de Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo (EERP/USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil. dt.rodrigues@uol.com.br |
RESUMO | A identificação de mulheres em situação de violência é de extrema importância. Entretanto, o setor saúde nem sempre vem oferecendo uma resposta satisfatóriapara o problema. Buscamos identificar como os profissionais de saúde de uma maternidade percebem e atuam frente situação de violência. Constitui-se uma pesquisa qualitativa, sendo os dados coletados através de entrevistas semi-estruturadas e analisados pela modalidade temática. O grupo de estudo foi composto por 12 profissionais de saúde de uma maternidade filantrópica de Ribeirão Preto. Observou-seque os profissionais de saúde caracterizaram a violência contra a mulher como um problema sério e importante na sociedade, tendo como causa e conseqüência à desigualdade de gênero. No entanto, na prática profissional há uma abordagem reducionista e biologicista com fragmentação da atenção à saúde da mulher, justificado pela falta de formação profissional, suporte institucional e de uma equipemultidisciplinar. |
DESCRITORES | Violência contra a mulher; Saúde da mulher; Pessoal de saúde. |
ELEMENTOS TEXTUAIS | |
INTRODUÇÃO | A violência contra a mulher é um fenômeno complexo que pode estar presente em todos os âmbitos da vida, ao longo de seu ciclo vital, podendo se manifestar sob diferentes formas e inúmeras circunstâncias(1). O fenômeno se expressa, principalmente, através daviolência sexual, física e psicológica, no entanto não se inscreve somente no corpo, pois nem sempre deixa marcas visíveis, repercutindo na vida social da mulher(2).Dentre as diversas situações de violência das quais as mulheres são vítimas, destaca-se a violência doméstica, que se refere a todas as formas de violência e os comportamentos dominantes praticados no âmbito familiar(3). Investigaçõesrealizadas em serviços de saúde mostram prevalências anuais de violência contra mulher perpetrada pelo parceiro íntimo oscilando entre 4 a 23% e aumentando para valores de 33 a 39%, quando considerada a violência no período total de vida dessas mulheres(4).A este respeito, estudo(5) realizado em uma unidade de atenção primária à saúde, em que se avaliou a freqüência dos casos de violência, a natureza,a gravidade e a relação da mulher com o agressor,verificou-se que, 44,4% das usuárias relataram pelo menos um episódio de violência física na vida adulta, sendo que em 34,1% o ato de violência partiu de companheiros ou familiares. Verificou-se a ocorrência de pelos menos um episódio de violência sexual na vida adulta, 11,5% das mulheres e em 7,1% dos casos, os autores da ação eram companheiros oufamiliares. Conclui a autora que a violência física e sexual teve alta magnitude nesse serviço, sendo que os companheiros e familiares foram os principais perpetradores, e os casos são, em sua maioria, severos e repetitivos.Os serviços de saúde são importantes na detecção do problema, porque têm, em tese, uma cobertura e contato com as mulheres, podendo reconhecer e acolher o caso antes de...
tracking img