Teatro na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4041 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ORGANIZAÇÃO E DINÂMICA
DA EDUCAÇÃO BÁSICA
Relatório












Joaçaba
2012





RELATÓRIO DA ORGANIZAÇÃO E DINÂMICA
DA EDUCAÇÃO BÁSICA



Trabalho da Disciplina de Prática e Investigação Educativa III, Curso de Artes Cênicas, Área das Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Oeste de Santa Catarina – Campus Joaçaba.







Joaçaba
2012
SUMÁRIOAPRESENTAÇÃO

O presente relatório tem o intuito de explanar a organização e a dinâmica da escola de educação básica que é um direito do cidadão brasileiro no nosso Estado Democrático de Direito. Como podemos constatar “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando aopleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.” (Art. 205 da Constituição Federal de 1988).
Para o cumprimento da Constituição e melhor organização da educação foi formulada a Lei de Diretrizes e Bases (LDB), a mesma estabelece as bases da organização e funcionamento da educação nacional. Conforme o Artigo 8º:

A União, osEstados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão, em regime de colaboração, os respectivos sistemas de ensino. § 1º Caberá à União a coordenação da política nacional de educação, articulando os diferentes níveis e sistemas e exercendo função normativa, redistributiva e supletiva em relação às demais instâncias educacionais. § 2º Os sistemas de ensino terão liberdade de organização nos termosdesta Lei. ( LDB, 1996)
Para um melhor entendimento dessa organização para os docentes, abordaremos os três níveis da educação básica, sendo eles: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, a partir dos elementos, dinâmica, organização pedagógica, financeira e administrativa.
Esclareceremos a divisão dos sistemas educacionais, sendo eles sistema municipal, estadual e federal e suasfunções e competências, e o papel dos conselhos.
Através de análises dos dados coletados na pesquisa (entrevistas, leitura de um Projeto Político Pedagógico), pretendemos contextualizar com a nossa realidade e identificar possíveis falhas na sua elaboração e aplicação.
Por fim, expor de forma clara e objetiva a importância de estudar e compreender a nossa educação básica, sua relevância, normas,subdivisões, para que possamos opinar e participar do processo educacional, com mais entusiasmo para formar um sujeito capaz de intervir e ser consciente de sua atuação na sociedade.











EDUCAÇÃO INFANTIL
A partir da aprovação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional , em 1996, a Educação Infantil passa a ser definida como a primeira etapa da Educação Básica, sendodireito público subjetivo assegurado pela Constituição Federal de 1988.
Ela estabelece as bases da personalidade humana, da inteligência, da vida emocional, da socialização. As primeiras experiências da vida são as que marcam mais profundamente a pessoa. Quando positivas, tendem a reforçar, ao longo da vida, as atitudes de autoconfiança, de cooperação, solidariedade, responsabilidade. As ciências quese debruçaram sobre a criança nos últimos cinquenta anos, investigando como se processa o seu desenvolvimento, coincidem em afirmar a importância dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento e aprendizagem posteriores. Assim como descreve o trecho do primeiro PNE (Plano Nacional de Educação) com vigência de dez anos (2001-2010), constatamos a importância do olhar atento para os primeirosanos de escolarização de uma criança para tanto a educação infantil divide-se em:
• Creche - 0 a 3 anos
• Pré-escola – 4 e 5 anos.


ENSINO FUNDAMENTAL
O Ensino fundamental é obrigatório, gratuito, e atende crianças a partir dos 6 anos de idade.O objetivo do Ensino Fundamental Brasileiro é a formação básica do cidadão. Para isso, de acordo com o artigo 32º da LDB, é necessário:
I – o...
tracking img