Teatro brasileiro (anos 70-90)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1459 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Teatro nos anos 70 - 90

Nos anos 70, começam a surgir grupos teatrais que encontram, através de projetos coletivos, uma nova forma de posicionar-se na cultura, na sociedade, na política e na arte. Essas equipes se formam principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo, e surgem como uma forma de resistência à ditadura. Produzia-se uma farta literatura dramática que tratava metaforicamente daquestão política.
A apropriação conjunta dos meios de produção do teatro, com a divisão democrática das funções artísticas, a ausência de hierarquias entre os criadores, recuperam, para os jovens artistas independentes, a possibilidade, inusitada na época, de falar em nome próprio, de escolher projetos, de criar textos cênicos de autoria comum, de misturar épico, lírico e dramático sem saber quenarrar o caso de família, recitar a poesia do amigo ou brigar na cena de namoro era fazer teatro contemporâneo.
No entanto – e talvez seja esse um dos fatores decisivos da inovação que criaram –, o que fazia a diferença era a posse dos meios de produção do teatro, que sustentava o trabalho coletivo e a luta pela manutenção do grupo, além de garantir a expressão de todos, sem a obrigação depesquisar linguagem ou de seguir cartilha ideológica.
Ainda que mal-acabados, feitos da reciclagem de materiais, da luz caseira e precária, eram trabalhos artesanais que justapunham muitas vozes nos cenários grafitados, nos figurinos de rua, nos trechos de diários, nas interpretações naturais sem traço de naturalismo, nas trilhas roqueiras, quase dramaturgias sonoras de contestação à família e àpropriedade teatral. Mas seu traço mais marcante era a intensidade expressiva, uma energia criativa que mobilizava e criava tribos solidárias para dar uma resposta original ao cala-a-boca recebido das produções empresariais caras e dos prepostos da ditadura militar.
É exatamente no período em que o país atravessa a repressão ditatorial, com o desmantelamento das universidades, dos movimentossindicais, dos focos de resistência da sociedade, com o assassinato, nos porões da tortura, de operários, professores, jornalistas e militantes, que esses pequenos núcleos de teatro, formados por jovens inexperientes em técnicas e repertório, recém-saídos de cursos livres ou de departamentos de artes cênicas, em geral das classes médias urbanas, iniciam a prática da criação coletiva. São eles osresponsáveis pela abertura, ainda tímida, de uma oposição teatral produtiva à situação de arrocho econômico e paralisia criativa.
Além da alteração da produção, outro traço marcante das criações coletivas era uma espécie de teatro em progresso, o depois famoso work in progress. Os espetáculos, em geral, se apresentavam como amostragem prática dos processos de criação e os atores pareciam exibir osprocedimentos com que haviam estruturado as cenas e as atuações. Havia a impressão de ensaio, de algo inacabado e que mudava a cada noite.
Dentre os grupos teatrais na época, destacaram-se o Pod Minoga, Viajou sem Passaporte, Pessoal do Despertar, Ventoforte, Pão & Circo, o Teatro Orgânico Aldebarã, o Teatro do Ornitorrinco e Asdrúbal trouxe o trombone, fundado pelos atores Regina Casé e LuizFernando Guimarães. O Asdrúbal talvez possa ser tomado como paradigma da criação coletiva nos anos 70.
Vários grupos no Rio de Janeiro até início dos anos 80 foram seus seguidores, entre eles, a Companhia Tragicômica Jaz-o-Coração, Banduendes por Acaso Estrelados, Beijo na Boca, Disritmia. Asdrúbal Trouxe o Trombone surge em contraponto à ideologia que marca os conjuntos teatrais desde a década de 60.Na primeira fase de trabalho, o grupo parte ainda de textos clássicos. Depois de O Inspetor Geral, criam Ubu Rei, de Alfred Jarry, 1975. Mais do que a montagem do texto, interessa ao grupo expressar a realidade pessoal e coletiva, servindo-se da obra apenas como estímulo.
Em 1978, estréia Macunaíma, pelo grupo Pau Brasil, com direção de Antunes Filho. Com isso, inaugura-se uma nova linguagem...
tracking img