Teares de projetil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Estes teares começaram a ser produzidos pela empresa suíça Sulzer nos anos 50. O nome projétil vem da acentuada redução de massa do portatrama de 400g(lançadeira) para 40g(projétil).
A inserção da trama ocorre apenas de um lado da maquina (lado esquerdo) e existe vário projeteis em uso durante o trabalho de tecimento.
No interior do projétil existe uma pequena pinça que prende aponta da trama que foi apresentada.
O percurso do projétil é orientado por alguns guias metálicos solidários à mesa batente. O pequeno distanciamento entre os sucessivos guias asseguram que o projétil seja sempre guiado por vários deles.
Durante o movimento de batida do pente, os guias recuam se posicionando abaixo dos fios de urdume para dar espaço para a batida do pente

1. Teares deprojétil
As maquinas de projétil possuem os portatramas equipados com pinças, dez vezes menores que uma lançadeira, que se movimentam em vôo livre através da cala, guiados por elementos em forma de ranhura.
O pequeno tamanho do portatramas permite obter um curto movimento de vaivém da mesa batente, com uma pequena abertura de cala.
Ao portatramas dá-se nome de projétil porque o mesmo é de um tamanhobastante reduzido desde os anos 50, são comercializadas maquinas de tecer com este principio de inserção. Este sistema tem obtido êxitos notáveis para o tecimento de artigos de grande largura.
Uma vês feito este resumo, convém explicar, como todo detalhe, este principio de tecimento.
A primeira maquina foi desenvolvida pela “Warner & Swasey – Sulzer Weaving Machine”. Externamente, era muitodiferente das maquinas da época, os liços eram governados por excêntricos, mergulhados em banho de óleo, os suportes da mesa batente eram muito curtos e sua oscilação também, o portatrama havia reduzido a mínima expressão de medidas e massa (40g). Chamou-se projétil.
A idéia revolucionaria para a época foi correta. Hoje, continua-se construindo este sistema de tecer e com grande aceitaçãotécnica.
A empresa Sulzer-Ruti é que produz este sistema de tecer e nos apoiaremos em sua maquina atual para explicar o funcionamento de inserção da trama.

Figura 1
2. O porta trama.

Pequeno elemento, metálico com as seguintes dimensões: 9 centímetro de comprimento, 14 milímetros de largura e apenas 6 milímetros de espessura. Com uma massa aproximada de 40 gramas; pontas arredondadas.
Em seuinterior, há uma pequena pinça que prende a ponta da trama que foi apresentada. Existem varias durezas de pinças, apropriadas para os vários fios existentes. As superfícies de pinçagem podem ser lisas ou em zig-zag, para adaptação das varias matérias- primas.
A maquina possui uma serie de portatramas que se apresentam para as distintas inserções, com um percurso de inserção no sentido da esquerdapara a direita, retornando pouco a pouco, para a posição de carga e disparo.

Figura 2

3. Os guias de Porta tramas.

O percurso do projétil através da cala é ajudado por alguns guias metálicos solidários a mesa batente. O pequeno distanciamento entre os sucessivos guias proporciona que o projétil seja sempre guiado por vários deles.
Durante o movimento de batida do pente, os guias seposicionam em baixo dos fios de urdume.
Os fios inferiores da cala é que sustenta a trama que foi inserida no momento da batida onde ocorre o movimento dos guias para frente e para baixo (movimento em arco), proporcionando a saída do fio de trama pela abertura traseira do guia.
A idéia principal é do projétil percorrer a cala durante a inserção sem roçar o pente nem o fios de urdume, conceitoimportante no estudo de tecelagem, podendo-se trabalhar com tecidos de grande densidade de fios de urdume( pentes densos e delicados), com os tecidos produzidos a partir de fios multifilamentos sem torção.

Figura 3

A inserção se dá através de uma barra de torção que tem a propriedade de acumular energia e cedê-la em uma fração de tempo extremamente curto, e isto se produz sem o desgaste de...
tracking img