Tcc e monografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6262 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
teologia e historiadestinatários a entendam.
O objetivo deste artigo é apontar os desafios e as oportunidades que se
apresentam para a comunicação do evangelho. A hora é de urgência para a
evangelização porque as pessoas estão desencantadas com o racionalismo e
com o materialismo e começam a oscilar em direção a um misticismo interior,
uma espécie de religião informal e mesclada de váriasfontes.
Para embasar os argumentos propostos neste artigo, será utilizada a trilogia de
Francis SCHAEFFER, isto é, as obras básicas de sua produção teológica: A
Morte da Razão (2002), O Deus que se Revela (2002) e O Deus que Intervém
(2002). Acredito que este autor, desconhecido do grande público cristão brasileiro,
tem muito a contribuir para a correta compreensão do mundo moderno secular esobre o posicionamento da igreja para cumprir com eficácia a missão de ser ‘sal’
e ‘luz’2 no mundo. Na obra de SCHAEFFER destaca-se uma nota sobre a
comunicação do evangelho que é oportuno registrar.
Como ponto de partida, pretende-se tratar da natureza da evangelização, como
sendo, de um lado, uma tarefa prioritária da igreja e, de outro, as limitações
internas e externas que se opõem àigreja. Feita esta análise, apresento alguns
desafios e oportunidades que a igreja deste tempo deve considerar. É verdade
que as pessoas são menos propensas à prática religiosa formal, mas também é
verdade que hoje as pessoas estão mais desencantadas e solitárias. O
racionalismo materialista não atendeu à expectativa de prazer e satisfação e o
homem moderno sabe que não há esperança.
1[] Citadono texto “A Pós-modernidade, Um Desafio à Pregação do Evangelho” do Pr Isaltino
Gomes Coelho no site da Igreja Batista do Cambuí: http://www.ibcambui.org.br.
2[] Mateus 5.13-16.
3
Mesmo desesperadas, muitas pessoas, por uma questão de honestidade, não
estão dispostas a adotarem uma crença formal, embora acabem compondo seu
próprio conjunto de crenças. Por isto, diz SCHAEFFER, é fundamentalque os
cristãos tenham um posicionamento claro sobre a fé na revelação de Deus. Como
os cristãos podem defender a revelação em um cenário racional iluminista? Como
falar da Bíblia para o homem moderno? SCHAEFFER apresenta exorta a igreja a
reassumir a missão de defender e comunicar a fé cristã de modo que as pessoas
entendam a mensagem. A questão é: Se os cristãos não conhecerem a mente e ocoração das pessoas ao seu redor, como poderão anunciar a elas o evangelho de
Jesus Cristo? A igreja tem uma oportunidade de ouro de apresentar humanidade,
pessoalidade, valores e rumo seguro para um mundo caótico. Mas para tanto, os
cristãos devem compreender e comunicar com amor e interesse real pelas
pessoas.
1 - A NATUREZA DA EVANGELIZAÇÃO
A natureza da evangelização bem poderia sercomparada a uma carta dirigida por
certo homem a seus familiares distantes que moram em um país de outra fala.
Tem-se aí o emissor, a mensagem, o canal e seus destinatários, porém, com a
uma variável interpondo-se como complicador – a linguagem. Em termos simples,
é esta a questão da revelação. De um lado, o Deus infinito-pessoal como emissor
e, de outro, o homem finito-pessoal como destinatário e,como canal entre eles,
as Escrituras contendo a revelação.
O que se entende por revelação? A iniciativa do Deus Criador, primeiro, em
comunicar de si mesmo aos homens e, segundo, comunicar o que de outra forma
jamais seria alcançado por eles. Quais os canais de comunicação? A obra da
criação,3 depois, a palavra inspirada – colacionada nas Escrituras Sagradas 4 – e,
acima de todos, a pessoade Jesus.5 A constatação de que a complexidade e
diversidade do universo apontam para uma mente inteligente é um indicativo
importante para o conhecimento de Deus. Porém, o Criador foi além ao escolher
homens que registrassem a revelação de seus planos e sua intervenção na
3[] cf. Romanos 1.20.
4[] cf. Jo 5.39.
5[] cf. Hebreus 1.1-2.
4
história. Além de todas estas sinalizações, como...
tracking img