Tcc tecnico em radiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Raios-x ContrastadosO exame contrastado de Raios-X é indicado quando há necessidade de se investigar órgãos e estruturas que não sejam visualizados pela técnica radiográfica simples. Esses órgãos e estruturas tornam-se visíveis pela ingestão ou injeção de substâncias chamadas de contrastes, que são opacos à radiação. Elementos pesados, como por exemplo, o iodo e o bário podem ser injetados ouingeridos e absorvem os raios-X, aumentando o contraste da imagem e facilitando o exame morfofuncional da área examinada.Disponível em: http://www.nova.med.br/portugues/exames/raiox/raiox_contrastado.htm
Acesso em: 08/12/2009. |

Meios de Contraste IodadoOs meios de contraste iodados são substâncias radiodensas capazes de melhorar a especificidade das imagens obtidas em exames radiológicos, poispermitem a diferenciação de estruturas e patologias vascularizadas das demais,ASPECTOS GERAIS
A estrutura básica dos meios de contraste iodados é formada por um anel benzênico ao qual foram agregados átomos de iodo e grupamentos complementares, onde estão ácidos e substitutos orgânicos, que influenciam diretamente na sua toxicidade e excreção.Na molécula, o grupo ácido (H+) é substituído por umcátion (Na+ ou meglumina), dando origem aos meios de contrastes ditos “iônicos”, ou por aminas portadoras de grupos hidroxilas denominando-se, neste caso, “não iônico”.
Todos os meios de contraste iodados utilizados regularmente são muito hidrofílicos, tem baixa lipossolubilidade, peso molecular inferior que 2000 e pouca afinidade de ligação com proteínas e receptores de membranas. Distribui-seno espaço extracelular, sem ação farmacológica significativa.Os meios de contraste podem ser encontrados em apresentações para uso endovenoso, intratecal, oral ou retal.Os contrastes iodados não iônicos (baixa osmolalidade) apresentam vantagem em relação à segurança sobre os agentes iônicos, e são de um custo mais elevado. Os contrastes iodados hidrossolúveis não iônicos para uso intratecal sãopreferíveis aos contrastes de base oleosa (iodenidilato) e agentes não iônicos (metrizamina) usados em estudos mielográficos. As vantagens dos agentes não iônicos são a melhor evidenciação de estruturas como: raízes e bainhas nervosas na TC. A desvantagem dos agentes não iônicos par uso intratecal durante reabsorção pelo sistema nervoso, podem provocar alterações nas condições mentais, náuseas,vômitos, e raramente convulsões. Estes efeitos podem ser minimizados pela hidratação do paciente.Referências
O texto acima tem como fonte o Colégio Brasileiro de Radiologia/CPAC, e foi retirado site http://www.abrr.hpg.com.br/TC2.htm, em 07/12/2009 |

Propriedades relacionadas à segurança e eficácia dos meios de contrasteDENSIDADE: (g/ml)Nº de átomos de iodo por mililitro de solução;VISCOSIDADE:• Aforça necessária para injetar a substância através de um cateter aumenta geometricamente com a concentração da solução e com o peso molecular; não iônicos diméricos tem maior viscosidade que não iônicos monoméricos;• A viscosidade é menor quanto maior for à temperatura (por isso que se deve aquecer gradativamente os meios de contraste não iônicos à temperatura corporal antes de suaadministração).OSMOLALIDADE:• Função definida pelo nº de partículas de uma solução por unidade de volume;
Os contrastes iônicos têm maior osmolalidade do que os não iônicos porque dissociam cátions e ânions na solução.Referências
O texto acima tem como fonte o Colégio Brasileiro de Radiologia/CPAC, e foi retirado site http://www.abrr.hpg.com.br/TC2.htm, em 07/12/2009 |

Condições que influenciam naqualidade do exame• Via de administração: determina, em parte, a quantidade de substância que chegará ao órgão estudado;• Dose de contraste;• Velocidade de injeção;• Calibre do cateter: em função da viscosidade da solução utilizada;• Temperatura da substância: principalmente no uso de contrastes não iônicos (interfere na sua viscosidade);• Retardo e tempo de scan: maximizar o estudo da fase arterial...
tracking img