Tcc-segurança na universidades de campus abertos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4523 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLOGIA JARDIM
DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA

SEBASTIÃO DE PONTES MACIEL.
MARCELO LINS PINHEIRO.
CARLOS EDUARDO DA COSTA.

PLANO DE SEGURANÇA NOS CAMPUS UNIVERSITÁRIOS ABERTOS AO PÚBLICO.

Santo André

2011
FACULDADE DE TECNOLOGIA JARDIM
DEPARTAMENTO DE GESTÃO PÚBLICA PRIVADA.PLANO DE SEGURANÇA NOS CAMPUS UNIVERSITÁRIOS ABERTOS AO PÚBLICO.

SEBASTIÃO DE PONTES MACIEL.
MARCELO LINS PINHEIRO. CARLOS EDUARDO COSTA.

Trabalho de conclusão de cursoTCC apresentado à disciplina de Metodologia Científica, como requisito parcial para elaboração da monografia ou projeto experimental de conclusão do curso de graduação.

Santo André

2011
INTRODUÇÃO.

Como é o Plano de Segurança nas Universidades, cujos campus são abertos ao público sem controle eficiente da segurança privada ?
O tráfico dedrogas nos campus traz conseqüências para os estudantes e a comunidade universitária.
O uso de drogas podem influenciar no desenvolvimento e aprendizado da comunidade universitária..
Nas proximidades das faculdades e universidades é comum a instalação de comércios como “barzinhos” e similares, que normalmente comercializam bebidas alcoólicas, fato que gera a presença degrande número de estudantes; é aí o ponto de partida para a ação dos traficantes que, se aproveitando da grande presença do público estudantil, agem livremente na passagem de drogas e até formando laços de amizades com alguns usuários para ter facilitado o seu acesso aos campus e conseqüentemente, expandir a distribuição de drogas dentro do local. Assim, eles contam para com mais um fatorfacilitador que são as grandes extensões do campus, o que torna difícil de se manter uma vigilância mais rigorosa por parte da equipe de segurança.

A ação dos traficantes influenciados pelos usuários fragiliza a segurança nos campus.
Os problemas que os traficantes trazem para as instituições são: fragilização da segurança, riscos de assaltos internos e externos, degradaçãoda imagem da instituição.
Os usuários de drogas nos campus universitários acabam por atrair a presença dos traficantes, dispostos a praticar o tráfico, a venda de drogas aos universitários, e montar seus pontos de distribuição nas adjacências dos campus. Conseqüentemente, também possibilitam o reconhecimento da área favorecendo a ação de roubos e assaltos em geral.Pesquisas realizadas junto ao serviço de segurança privada das universidades, principalmente as de campus abertos, e estatísticas dos serviços de segurança pública como: Polícias militar, civil, e guardas municipais, referente a prevenção e combate ao tráfico e consumo de drogas nas universidades de campus abertos, mostram a dificuldade de controle desse problema que insiste em crescerjunto a comunidade acadêmica.

CAPITULO I

[pic]

 O tráfico de drogas no Estado de São Paulo foi o crime que mais cresceu se comparado os quatro primeiros meses de 2011 com o mesmo período de 2010. Foram 9.811 boletins de ocorrência desse tipo entre janeiro e abril do ano passado, contra 11.695 neste ano, um crescimento de 19,2%. Os dados fazem parte do últimolevantamento da criminalidade no Estado feito pela SSP (Secretaria da Segurança Pública).
Na capital paulista, o tráfico de drogas acompanhou a tendência do Estado e registrou um aumento de 15,5%, pulando de 1.776 em 2010 para 2.040 em 2011. A estatística foi divulgada nesta segunda-feira (16), em cumprimento à promessa do Governo de São Paulo, feita em março deste ano, de publicar...
tracking img