Tcc - radioterapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4379 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TÉCNICO EM RADIOLOGIA
MARCILENE SANTANA DE JESUS
MARIA DO SOCORRO MONTEIRO FERREIRA
PRISCYLLA OLIVEIRA SILVA
RAFAEL BARAHUNA DOS SANTOS
TÂNIA REGINA RODRIGUES PINTO RIBEIRO

RADIOTERAPIA

BELÉM
2013

MARCILENE SANTANA DE JESUS
MARIA DO SOCORRO MONTEIRO FERREIRA
PRISCYLLA OLIVEIRA SILVA
RAFAEL BARAHUNA DOS SANTOS
TÂNIA REGINA RODRIGUES PINTO RIBEIRO

RADIOTERAPIA
ATIVIDADEDESENVOLVIDA AO CURSO DE RADIOLOGIA, COMO REQUISITO AVALIATIVO. ORIENTADA PELA TECNOLOGA E PROFESSORA FERNANDA PIRES.

BELÉM
2013

MARCILENE SANTANA DE JESUS
MARIA DO SOCORRO MONTEIRO FERREIRA
PRISCYLLA OLIVEIRA SILVA
RAFAEL BARAHUNA DOS SANTOS
TÂNIA REGINA RODRIGUES PINTO RIBEIRO

RADIOTERAPIA

AVALIADO POR:______________________
NOTA:________________

AVALIADOPOR:______________________
NOTA:________________

AVALIADO POR:______________________
NOTA:________________

BELÉM
2013

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 4
2. RADIOTERAPIA 6
2.1 Passo a passo 7
3. RADIOBIOLOGIA 8
3.1Sistemas biológicos de defesa contra os efeitos deletérios das radiações 9
3.2 Efeitos genéticos das radiações 10
3.3 Efeitos somáticos das radiações 11
3.4 Efeitos estocásticos 11
3.5 Efeitosdeterminísticos 12
3.6 Efeitos genéticos ou hereditários 12
4. RADIOSSENSIBILIDADE 12
4.1 Escala de Radiossensibilidade dos tecidos normais e neoplasias 13
5. RADIOCURABILIDADE 14
6. TELETERAPIA - RADIOTERAPIA EXTERNA 14
7. BRAQUITERAPIA – RADIOTERAPIA INTERNA 16
7.1 Implante temporário 17
7.2 Implante permanente 18
8. CONSIDERAÇÕES FINAIS 19
9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 201. INTRODUÇÃO

A Radioterapia teve inicio em 1898 com a descoberta do Radium 226, pelo casal Pierre e Marie Curie. Nesta época, os cirurgiões passaram a utilizar as radiações no tratamento de tumores malignos, acreditando atuarem por ação cáustica nos tecidos. A falta de conhecimentos técnico e científicos levou ao aparecimento de inúmeras e graves complicações levando as aplicaçõesterapêuticas ao descrédito.
Os progressos da física médica na década de 30 permitiram quantificar as doses de radiação e estabelecer uma relação entre quantidade e efeito biológico. O desenvolvimento da física e da engenharia nuclear proporcionaram um grande avanço na produção de materiais radioativos obtidos artificialmente, propiciando novas fontes, entre elas o Cobalto 60. Esses avanços na área defísica associados a uma melhor compreensão dos mecanismos bioquímicos, trouxeram as bases teóricas para tratamentos que concentram grandes doses de radiação em um determinado volume alvo, protegendo os tecidos normais e lesando ao máximo os tumorais.
Nos últimos 20 anos, houve uma grande evolução da Radioterapia. Isto aconteceu devido à evolução dos métodos de imagem e a grande evolução dainformática e da robótica. Hoje, pode-se localizar um tumor em uma Tomografia, fazer uma fusão com uma Ressonância magnética para uma melhor imagem anatômica da região, ou ainda fundir a imagem com um PET, que nos mostra as regiões com maior atividade celular, comportamento dos tumores malignos. Programas de computador específicos para Radioterapia nos permitem capturar as imagens destes exames e marcar ostumores como nosso alvo, reconstruí-los em 3 dimensões e simular diversos planos de tratamento antes de definir a melhor opção. Um grande avanço, a Radioterapia tridimensional.
Essa evolução da informática possibilitou também o surgimento do IMRT, radioterapia com intensidade modulada. É um tratamento adequado para tumores com formas muito irregulares ou que estejam abraçando estruturas a serempreservadas.
Nos últimos anos vimos uma grande evolução da Radioterapia, mas uma revolução maior está por vir com a utilização de outros tipos de radiação.
Atualmente é utilizado na rotina de tratamento feixes de fotos e elétrons. Já estão disponíveis também equipamentos que utilizam feixes de prótons. Alguns estudos já mostram vantagens no seu uso em situações especificas, e acredita-se...
tracking img