Tcc pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1680 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INCLUSÃO : A ESCOLA ESTÁ PREPARADA?

RESUMO
A Busca pelo conhecimento humano leva a uma procura por partes de grandes estudiosos a descobrir e compreender o processo psicológico do Homem. No decorrer da minha vida acadêmica vivenciei algumas experiências em escolas, principalmente na educação especial que ao longo dos anos vem sofrendo mudanças e por meio desta vivencias e pela ânsia decompreender se as escolas estão preparadas para inclusão de alunos com necessidades especiais. Observando as escolas ainda podemos encontrar muitos obstáculos a serem superados. A inclusão é um tema que esta em evidencia na área da educação por se tratar de um assunto que envolve todos da escola. Para realização deste trabalho foi feita uma pesquisa bibliográfica e uma pesquisa de campo identificando oque é inclusão e se a escola esta realmente preparada, atendendo todos os requisitos com relação a sua educação e desenvolvimento do educando com necessidades especiais.
Palavra-chave: inclusão; educação; escola; direito.
Introdução
Com a presente pesquisa pretende-se reforçar a necessidade de se discutir um assunto que preocupa não só pais, mas educadores e a sociedade sobre o tema inclusão.
Ainclusão na rede regular de ensino acontece de modo que o diretor, educadores e profissionais especializados possam ter um papel significativo no atendimento às necessidades educacionais dos educando como necessidades especiais de forma autônoma e atendimento adequado, assim possuindo procedimentos flexíveis, diversas opções de aprendizagem.
A alta de orientação sobre o que é inclusão, contribuipara que haja um mau desenvolvimento da aprendizagem do aluno com necessidades especiais. Vários autores relatam o que é inclusão e a forma de como deve ocorrer nas escolas de educação comum discutindo com pais, educadores e demais membros da sociedade como acontecer de maneira correra.
A intenção é trazer um suporte teórico e uma comparação com que ocorre na realidade escolas, com elementos quepodem contribuir para uma discussão, mostrando quais, erros as escolas cometem e onde esses mesmos podem ser solucionados.
Metodologia
Para a realização deste trabalho, foi escolhido duas vertentes principais: o estudo bibliográfico e a pesquisa de campo.
¹ Graduado em Administração Escolar, Supervisão e Orientação.
² Professora Orientadora do Grupo UNIASSELVI.
A pesquisa bibliográfica foirealizada através de leituras de autores, educadores, entre outros que desenvolveram trabalhos sobre o tema. A pesquisa de campo foi realizada com intuito de observar as escolas se possui especo físico, mobiliário, material pedagógico, profissionais capacitados e apoio de outros profissionais da saúde.

Os dados coletados foram analisados no sentido de comparar o que foi visto na revisão bibliográficacom que ocorre dentro das escolas. Visando compreender os benefícios desse ato podendo ou não contribuir para o desenvolvimento do educando com necessidades educacionais.

Desenvolvimento

Um pouco da historia dos portadores de necessidades especiais

Antigamente uma criança ao nascer se não apresentasse o padrão de conduta desejado por pais e médicos eram excluídas, mortas, internadas em clinicas,outras serviam de entretenimento para circo ou abandonadas para tornarem-se pedinte. Muitos ainda acreditavam que as pessoas com deficiências eram pessoas endemoniadas, loucas ou doentes.

De acordo com Ceccim (1997, p.19)

...despontam duas saídas para a solução do dilema: de um lado, o castigo como caridade é o meio de salvar a alma das garras do demônio e salvar a humanidade das condutasindecorosas das pessoas com deficiência. De outro lado, atenua-se o castigo com o confinamento, isto é, a segregação (a segregação é o castigo caridoso, da teto e alimentação, enquanto esconde e isola de contato aquele incomodo e inútil, sob condições de total desconforto, algemas e falta de higiene).

No inicio do século XVIII acreditavam que os deficientes não eram pessoas capazes de aprender,...
tracking img