Tcc mba

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 63 (15619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Informação e análise para decisores • nº 39 • Janeiro-Março • 2013

Hora de repensar as bases Qual a dose certa de risco e ousadia para construir nosso futuro?
Agenda 2020 Novos temas sobre o desenvolvimento brasileiro rumo à próxima década Inovações disruptivas Como elas vêm mudando a dinâmica de muitos segmentos da economia Carlos Alberto Sardenberg Se o mercado interno não basta paracrescer, o que vamos fazer com o externo?

O risco de não se antecipar
A volatilidade continua dando sinais de persistência na economia global. Alguns momentos pontuais de calmaria já são logo sucedidos por novas mudanças, que nos fazem pensar que a transformação constante é a tônica dos nossos tempos. Nesse ambiente de ciclos cada vez menores e mais rápidos, vamos aprendendo a conviver com todaforma de risco, que se manifesta para países e empresas.

“Nada mais apropriado tratar de riscos no momento em que o Brasil, como país, se coloca a repensar as suas próprias bases de desenvolvimento.”

O Brasil não tem oscilado tanto quanto muitos dos mercados externos, mas não chega a ser uma ilha à prova de influências do mundo exterior. As empresas que aqui operam são hoje desafiadas, comonunca, a dosar o seu apetite a determinados riscos para avançar em suas estratégias de negócios. Praticamente não há mais atividade imune a riscos. Nada mais apropriado tratar de riscos no momento em que o Brasil, como país, se coloca a repensar as suas próprias bases de desenvolvimento, questionando o alcance do consumo interno como alavancador da expansão econômica e, principalmente, a necessidadede apostar em um modelo estruturado no investimento. Em meio a essa transição histórica que vivenciamos, o maior dos riscos é o de não se antecipar às mudanças. Essa temática da gestão de riscos permeia a terceira série de reportagens da “Agenda 2020 – A nova etapa do crescimento brasileiro”, que vem sendo tratada nas edições de Mundo Corporativo. Toda a sequência de matérias a seguir explora aquestão do risco – desde aqueles associados a movimentos muito positivos, como a inovação empresarial, até os que derivam de mudanças sóciodemográficas. A Deloitte espera sempre contribuir para que as organizações façam as melhores escolhas, gerenciando riscos que possam ser tolerados e viabilizando oportunidades que não devem ser desperdiçadas. Uma boa leitura!

Mundo Corporativo e outrosconteúdos da Deloitte estão também disponíveis em tablets. Acompanhe em www.deloitte.com.br e aproveite para acessar a íntegra de todos os estudos mencionados nesta edição.

Juarez Lopes de Araújo Presidente da Deloitte

Nesta edição
4 16 27 38

4

Especial – Série “Agenda 2020” O poder da ruptura As chamadas “inovações disruptivas”, que vêm alterando a dinâmica de diversos segmentos, entram noradar de riscos e oportunidades das empresas A equação do erro Dan Ariely, professor da Universidade de Duke, apresenta como as organizações e os profissionais podem diminuir os riscos na tomada de decisões Estratégias de negócios em rota de atenção Em meio a um cenário global volátil, a gestão de riscos desponta como um caminho para impulsionar as estratégias de expansão e as práticas degovernança corporativa Geração que vai, conhecimento que fica A saída de profissionais maduros, rumo à aposentadoria, e a chegada de líderes cada vez mais jovens despertam a necessidade da transição do conhecimento Tempo que corre O envelhecimento da população e o aumento da expectativa de vida no Brasil entre os principais desafios do mercado de seguros e previdência privada nas próximas décadas Novosrumos pela competitividade Regimes de concessão, financiamentos multilaterais e PPPs aparecem como alternativas para acelerar o desenvolvimento da infraestrutura logística nacional Tática para a arena global Carlos Alberto Sardenberg mostra que o mercado interno não basta para o crescimento e sugere uma estratégia diversificada para o mercado externo O mundo e a corporação

10

16

22

27...
tracking img