Tcc- idosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
IDOSO: COM SAÚDE, VIVE MAIS E MELHOR





















RESUMO


Este artigo analisa as características e perspectivas de vida do idoso de novas projeções populacionais, e de recentes estudos sobre o perfil da saúde do idoso: alimentação, doenças crônicas, exercícios físicos. As ações preventivas e investimento imediato na saúde em busca de vida longa com qualidade.Pretende-se com isso contribuir para melhor compreensão da lógica da promoção da saúde do idoso e compartilhar com o publico leitor, as experiências adquiridas com este trabalho, por isso o que se propõe neste artigo, é incentivar o idoso a prática de tais atividades, por meio de um processo programado, adequado visando atingir os verdadeiros objetivos que é a melhor qualidade de vida, na terceiraidade.


Palavras-chaves: Idoso; saúde; envelhecimento e atividade física.






















1 INTRODUÇÃO

Com as transformações traduzidas pelas mudanças que acontecem nos nossos dias, as pessoas idosas deixaram de ser o centro da família e da comunidade, no passado todos iam buscar orientação e conselho, e a quem todos ouviam a respeitavam. Essas mudançasisolaram as pessoas idosas, tornando-as frequentemente, solitárias, infelizes, excluídas do convívio familiar a até mesmo social. Hoje a situação do idoso tem um valor social e moral, que vem se tornando mais significativo. O aumento da expectativa de vida passou a ser 70 a 80 anos e fez com que a população de idosa, represente de 5 a 6% da população. O número de pessoas idosas na comunidade é muitosuperior ao de anos atrás, Enquanto isso, o ritmo das transformações do mundo exige dos idosos várias transformações no seu cotidiano.
Com a representatividade na sociedade os idosos ultrapassaram os interesses ou direitos individuais e tornaram uma dimensão social, que deve ser considerada não apenas do ponto de vista do que a sociedade perde em termos de valores e experiênciasacumuladas durante toda uma vida, como também do ponto de vista de contribuição que o idoso pode trazer para a família e a sociedade. E por todas essas razões de ordem social econômicas, deduz-se a formulação de políticas especificas e adequadas em favor de resgatar melhores qualidades de vida ao idoso. Em geral as pessoas idosas angustiam-se ao perceber a finitude da vida, e essa angustia não se curva cominatividade, perante a ausência de novas esperanças sobre as quais apoiar-se e pelas quais oferecerem o seu serviço, é iluminada quando a pessoal idosa descobre que todo seu potencial de trabalho e de testemunho, teu valor não só para si ou sua família, mas na comunidade há um enorme leque de possibilidades se abrem as pessoas idosas que ainda se sentem motivadas a continuar levando a vida deforma mais digna e significativa. Tudo isso traz grande realização e colaboração no dar sentido a vida.
O objetivo é rever a questão do idoso no convívio social, bem como a sua reinserção no mercado de trabalho, facilitar programas que todas as instituições devem fazer para melhorar a qualidade de vida.
Já se observa essa preocupação que cabe principalmente aos governantes uma vez que édeles a responsabilidade de implementar políticas publicas ao idoso. Lembrando que os idosos já prestaram serviços a nação, deve ser valorizado e respeitado de modo a continuar contribuindo a vivendo de forma mais digna. Quanto maior o numero de idosos capazes, maior deve ser o compromisso cívico e políticos destes, com a comunidade e a sociedade. Transmitir suas experiências de vida para pessoasde outros grupos etários ou mesmo para outros idosos, é um desses compromissos que pode ser exercitado em associações de aposentados, de ex-alunos em escolas.




2 RELAÇÕES FAMILIARES


A família ainda é uma instituição social, pois nela origina-se o processo de socialização, o desenvolvimento da personalidade e as relações interpessoais são mais intensos e qualificados....
tracking img