Tcc empresa ficticia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio
Professor Derville Allegretti

CURSO TÉCNICO DE CONTABILIDADE 1º TCA

BOLSA DE VALORES

São Paulo
2013

EMEFM. DERVILLE

Componentes do Grupo
Vagner Ferreira de Araujo N° 32
Caio N° 4
Raphael N° 26

Orientador.
Prof: Safira Kamuja.

SumárioIntrodução 1
O Surgimento do Nome Bolsa de Valores 2
A Crise de 1929 2
A Superação da Crise 3
O que são Ações e Como Funciona a Bolsa de Valores 4
Negociação 6
Termos Técnicos Usados nas Bolsas de Valores 7
Conceito Legal e Objetivo Social 8
Mercados da bolsa de valores 9
O Mercado a vista 12
Tipos de Ordem de Compra ou Venda 13
Liquidação 14
Direitos e Proventos 14
Custos de Transações 15Tributação 15
Tipos de ação 16
Quanto vale a ação 19
Blue chips 23
Principais índices de ações pelo mundo 24
COMO NEGOCIAR OPÇÕES DE AÇÕES 25

Introdução

O trabalho feito vem apresentar aquilo que é mais importante na nossa economia Mundial que é a Bolsa de Valores. Saberemos quando surgiu de onde veio o nome Bolsa de Valores o porquê de ter criado essa forma de negociação. Teremos um pouco dagrande crise de 1929 que afetou o mundo e como foi superado.
Vamos abordar o que são ações e como funcionam nos tempos atuais, as negociações.
Os termos técnicos usados e ditos dentro das transações e passar ao Maximo de informação sobre tudo o que envolve esse mercado de compra e venda de papeis
As vantagens e desvantagens de investir em títulos de empresas S/A
E mostrar as principaiscaracterísticas desse ramo de atividade.

O Surgimento do Nome Bolsa de Valores

As Bolsas surgiram no séc. XIV, na cidade de Bruges, na Bélgica. Um grupo de comerciantes se encontrava para fazer negócios na casa de uma família de nome Burse, que tinha na porta um brasão com um escudo e três bolsas. Em Bruges as casas não tinham números, tinham desenhos. Cada casa era conhecida pelo desenho que trazia.Por isso, a casa era conhecida como a casa das bolsas.
A Bolsa de Valores é o centro especialmente criado e mantido para negociação de valores mobiliários, em mercado livre e aberto, organizado e fiscalizado pelos corretores e pelas autoridades. A Bolsa de Valores é um órgão privado. Uma associação civil formada pelas corretoras de valores que são seus membros. 

A Crise de 1929
No dia 24 deoutubro de 1929, a "Quinta-feira negra", 16 milhões de títulos foram colocados à venda sem que aparecessem compradores. Os preços dos títulos desabaram. A queda se acelerou e, no começo de novembro, os títulos perderam mais de um terço de seu valor. Acreditava-se que a crise era passageira. O presidente norte-americano, Hoover, afirmava tratar-se de uma simples recessão: "Comprem, a prosperidade estána próxima esquina". No começo de 1930, ocorreu uma melhora nas cotações. Os grandes especuladores aproveitaram para despejar no mercado os títulos que possuíam. Novo pânico se instaura arruinando milhares de pequenos investidores, que pegavam prestações de empréstimos pela compra de ações de que eram portadores mas que não tinham mais valor. A queda nas cotações disparava: as ações da US Steel,de 250 passaram a valer 22 pontos. As ações da Chrysler, de 135 passaram a 5 pontos, segundo os índices de valores da Bolsa de Nova Iorque.

A Propagação da Crise
Para saldar compromissos, os bancos norte-americanos deixaram de abrir linhas de crédito aos países estrangeiros e passaram a repatriar os capitais que tinham investido no exterior. Esses capitais haviam sido reinvestidos em longo prazo ena maior parte das vezes não se encontravam imediatamente disponíveis. Empréstimos não eram renovados e as dívidas passaram a ser executadas. A sequencia de falências é impressionante. Quebram bancos, e com eles as companhias que neles faziam seus depósitos em conta-corrente. A onda de desemprego aumenta exponencialmente. Sem empregos, não há rendas disponíveis, não há consumo, não há...
tracking img