Taylorismo e Fordismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O Taylorismo ou Administração científica é o modelo de administração desenvolvido
pelo engenheiro estadunidense Frederick Winslow Taylor (1856-1915), que é considerado
o pai da administração científica. Taylor pretendia definir princípios científicos para a
administração das empresas. Tinha por objetivo resolver os problemas que resultam das
relações entre os patrões e os operários. Comoconsequência, modificam-se as relações
humanas dentro da empresa: o bom operário não discute as ordens, nem as instruções,
faz o que lhe mandam fazer.
Aspecto essencial do taylorismo é a organização racional do trabalho, através das
seguintes medidas:
- Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos: objetivava a anulação de
movimentos considerados inúteis pelos capitalistas, paraque o operário executasse de
forma mais simples e rápida a sua função, estabelecendo um tempo médio de produção.
- Estudo da fadiga humana: a fadiga predispõe o trabalhador à diminuição da
produtividade e perda de qualidade, a acidentes, doenças e ao aumento da rotatividade de
pessoal.
- Divisão mais intensa do trabalho e especialização do operário.
- Desenho de cargos e tarefas:desenhar cargos é especificar o conteúdo de tarefas de
uma função, como as executar e como estabelecer as relações com os demais cargos
existentes.
- Incentivos salariais e prêmios por produtividade.
- Condições de trabalho: o conforto do operário e o ambiente físico ganham valor, não
porque as pessoas merecessem, mas porque são essenciais para o ganho de
produtividade. No entanto, aimposição de movimentos repetitivos à exaustão e o controle
excessivo dos passos do operário no ambiente de trabalho provocavam cansaço e
estresse, prejudicando a saúde do trabalhador.
- Padronização: aplicação de métodos científicos para obter a uniformidade das técnicas e
reduzir os custos de produção.
- Supervisão funcional: os operários são supervisionados por supervisores especializados,
enão por uma autoridade centralizada.
- Homem econômico: o homem é motivável por recompensas salariais, econômicas e
materiais.
- A empresa era vista como um sistema fechado, isto é, os indivíduos não recebiam
influências externas. O sistema fechado é mecânico, previsível e determinístico.

Fordismo: idealizado pelo empresário estadunidense Henry Ford (1863-1947), fundador
da Ford MotorCompany, o fordismo se caracteriza por ser um método de produção
caracterizado pela produção em série, sendo um aperfeiçoamento do taylorismo. Ford
introduziu em suas fábricas as chamadas linhas de montagem, nas quais os veículos a
serem produzidos eram colocados em esteiras rolantes e cada operário realizava uma
7etapa da produção, fazendo com que a produção necessitasse de altosinvestimentos e
grandes instalações. O método de produção fordista permitiu que Ford produzisse mais de
dois milhões de carros por ano, durante a década de 1920. O veículo pioneiro de Ford no
processo de produção fordista foi o mítico Ford Modelo T, mais conhecido no Brasil como
"Ford Bigode".
O fordismo teve seu ápice no período posterior à Segunda Guerra Mundial, nas décadas
de 1950 e 1960, queficaram conhecidas na história do capitalismo como “os anos
dourados”. A crise sofrida pelos Estados Unidos na década de 1970 foi considerada uma
crise do próprio modelo, que apresentava queda da produtividade e das margens de
lucros. A partir da década de 1980, esboçou-se nos países industrializados um novo
padrão de desenvolvimento denominado pós-fordismo ou modelo flexível (toyotismo),baseado na tecnologia da informação.

O Toyotismo é um modo de organização da produção capitalista que se desenvolveu a
partir da globalização do capitalismo na década de 1980. Surgiu no Japão após a
Segunda Guerra Mundial, mas só a partir da crise capitalista da década de 1970 é que foi
caracterizado como filosofia orgânica da produção industrial (modelo japonês), adquirindo
uma...
tracking img