Taylor, fayol, ford

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1207 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TAYLOR
Taylor desenvolveu uma teoria especifica de analise para o trabalho que é realizado por operários e também um estudo sobre o tempo e também os tipos de movimentos, que com isso fez vários métodos para os trabalhadores e um tempo correto para cada execução de suas tarefas
Taylor cria uma padronização nas fabricas e planejamento para que elimine todo esforço físico pelo serhumano e eliminando desperdícios de tempo. Com isso, houve uma especialidade dos operários e maiores desempenhos nas suas atividades.
As leis de atuação no trabalho acabaram se tornando mais claras e detalhadas o empregador teve mais controle sobre a tarefa desempenhada pelos operários. Todas as atividades eram divididas em tarefas e ensinadas aos empregados, surgindo então àidéia de treinamento. A partir disso, Taylor desenvolveu uma Organização Racional do Trabalho, que consiste no método mais eficiente para executar as tarefas. Com isso, a gerencia das organizações ficam mais sistemática. Taylor também separou o trabalho mental, do trabalho físico, que é de totalmente responsabilidade do operário. Ele descreveu quatro princípios para serem estabelecidos: doplanejamento, do preparo, do controle e da execução. É estabelecido em controle para garantir o cumprimento das normas estabelecidas pelo planejamento na execução das tarefas, para que possa assim sempre corrigir e fazer com que no ambiente de trabalho possua uma maior eficiência.
A gerência deve distribuir as atribuições de cada um no processo de fabricação. Com isso, ocorre umadivisão de trabalhos onde cada operário realiza uma única tarefa de forma repetitiva. Assim, o trabalhador passa a ser cada vez mais especializado. A motivação do operário, segundo Taylor, o pagamento do trabalhador deve estar relacionado à sua produtividade para que ele desenvolva o máximo de produção de que é fisicamente capaz. O operário era visto como um indivíduo "limitado e mesquinho,preguiçoso e culpado pela vadiagem e desperdício das empresas", pois precisavam se dedicar o possível e o impossível para ter um salário em que seja adequado para suas tarefas.


FAYOL
A Teoria de Fayol se caracterizava pela estrutura da organização pois deveria possuir para ser eficiente para garantir a eficiência de todas as partes envolvidas da empresa,poderiam ser elas departamentos,seções ou pessoas como executores de tarefas e ocupantes de cargos .
A análise das tarefas de cada indivíduo era divida por lugar a uma visão global e universal da organização. A qual partia da estruturação de toda organização e por fim chegando ate os trabalhadores.
Fayol dividiu as funções da empresa e criou os princípios gerais da administração. Com isso, esses princípios são úteispara estruturar qualquer organização seja qual for seu ramo de atividade e seu tamanho. Fayol Começou por uma abordagem sintética, global e universal. Via a organização como um corpo – o "corpo empresarial". As atividades desse corpo eram encaixadas em seis funções, são elas: Funções técnicas, comerciais, financeiras, segurança contábeis e administrativas.
Ela se repartia por todos osníveis da empresa e não era privativa, ou seja, não se concentrava exclusivamente no topo da empresa, não era privilégio dos diretores, sendo distribuída proporcionalmente por todos os níveis hierárquicos.
Fayol pensou muito sobre sua experiência como gerente e acabou localizando diversas técnicas ou métodos administrativos que havia aplicados,para ele haviam fortalecido o corpo organizacionalou tinha ajudado a funcionar. Apesar de pensar em que como os outros poderiam pensar mal sobre seus conceitos( como foi o caso) dado que se poderia pensar que estivesse propondo leis universais. Fayol propôs quatorze princípios deles, argumentando com os leitores, conforme uma citação que diz, "... não existe nada rígido ou absoluto quando se trata de problemas de administração, é tudo uma...
tracking img