Taxas indexantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1780 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Taxas Indexantes Daniel Pereira (20090233), Nuno Machado (20090219) Universidade Lusófona Licenciatura Informática de Gestão (2N1)

Taxas, indexantes, taxas de referência EURIBOR, INTRODUÇÃO As taxas indexantes são as taxas de juro mais importantes do sistema económico europeu. São as taxas às quais o Banco Central pretende que as instituições financeiras emprestem dinheiro umas às outras deforma equilibrada, justa e controlada. Neste artigo, apesar de apresentarmos brevemente as principais taxas indexantes da economia mundial, vamos focar principalmente aquelas pelas quais a Europa se rege, as taxas EURIBOR. O que são, como são calculadas, o que as influenciam, como têm variado nos últimos anos e porquê, e que impacto essas variações têm na carteira de cada português, serão os temas aser abordados. I. PRINCIPAIS TAXAS INDEXANTES As taxas EURIBOR (European Interbank Offered Rate) são as taxas de juro de referência do mercado monetário do euro para os prazos compreendidos entre 1 semana e 1 ano. São determinadas com base nas taxas de juro média dos empréstimos interbancários. O cálculo considera as taxas dos 57 principais bancos europeus, excluindo-se os 15% mais altos e os 15%mais baixos. São utilizados principalmente como referência para os empréstimos bancários a clientes e em produtos de poupança.[1]

Taxa de juro EONIA é a taxa de juros média contra a qual um grupo representativo de bancos europeus contrai empréstimos mutuamente em euros cuja duração é de 1 dia.[2] Taxa REFI RATE A Refi-Rate é a taxa mínima, fixada pelo BCE, para as principais operações derefinanciamento, do mercado, executadas pelo Sistema Europeu de Bancos Centrais e servem para orientar as taxas de juro, gerir a liquidez no mercado e sinalizar a orientação da política monetária. II. TAXAS EURIBOR: REFERÊNCIA DA ZONA EURO A EURIBOR foi criada em 1999 para regulamentar os preços e produtos financeiros entre todos os estados membros da União Europeia, por forma a não haver desigualdadeseconómicas exageradas entre os estados membros. Tendo sido referido que estas taxas variam em função do mercado de empréstimos dos bancos entre si, esta dinâmica pode ser influenciada por factores como por exemplo o crescimento económico, o nível da inflação ou até fenómenos sociais de todos os países que têm esta taxa como referência . Vejamos por exemplo o que aconteceu em 2008 aquando da crisedo sub-prime, quando os principais Bancos Centrais, após os juros terem atingido valores incomportáveis para a população em geral, se uniram para fazer importantes injecções de capital no mercado financeiro e baixar sucessivamente as taxas directoras para dar sinais de confiança ao mercado para que este voltasse a ter liquidez para se auto-financiar novamente. A redução destas taxas directoras,permitiu que os bancos pagassem juros mais baixos entre si e por consequência aos seus clientes, pelo que o sistema financeiro passou a respirar melhor durante algum tempo. Todo este contexto social que teve origem no simples facto das pessoas não conseguirem pagar os empréstimos contratados, obrigou a que as taxas de referência se ajustassem às necessidades globais. Quando as taxas de referênciaestão baixas, as taxas de juro cobradas pelos bancos são

Taxa LIBOR (sigla de London InterBank Offered Rate) é uma taxa média de juros, indicativa contra a qual um grupo representativo de bancos (painel de bancos) efectua empréstimos sem garantia entre si e realizados no mercado monetário londrino. Embora se fale muitas vezes da taxa LIBOR há, na realidade, 150 taxas LIBOR diferentes. LIBOR écalculada para 15 períodos de duração diferentes e em 10 moedas diferentes. As taxas LIBOR oficiais (bbalibor) são publicadas diariamente por volta das 11:45 horas GMT por Thomson Reuters por encomenda da British Bankers’ Association (BBA). Estas taxas só podem ser publicadas por parceiros da BBA [2]

tendencialmente baixas permitindo que as pessoas se endividem. No entanto, o crescente...
tracking img