Taxa de juros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1463 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário:

1. Introdução.
2. História da Taxa de Juros.
3. Taxa Básica de Juros.
4. Taxa Preferencial de Juros.
5. Juros Simples.
6. Juros Composto.
7. Taxa SELIC.
8. Qual sua importância para a Economia?
9. O que é COPOM? Quem participa de suas reuniões?
10. Porque se aumenta a taxa Selic para combater a inflação?
11. Quais os efeitos colaterais desseaumento.
12. O que ocorre quando se reduz a taxa Selic?
13. Quais os efeitos colaterais dessa redução.
14. Referências bibliográficas.

Introdução:

Taxa de Juros pode ser definida como o preço da moeda.
Quem determina a quantidade de moeda ofertada no mercado, são as autoridades monetárias.
O problema em elevar ou manter elevada a taxa de juros é que inevitavelmente ocorre umaretração no crescimento econômico, já que o consumo diminui, alterando o PIB(Produto Interno Bruto) e aumentando a pobreza do país.
Um dos fenômenos econômicos relacionado a moeda e a liquidez é o câmbio.
Tanto o câmbio livre, flexível ou fixo.

História da Taxa de Juros.

Através de pesquisas, descobriu-se que por volta de 3000a.C o mundo antigo já praticava um sistema formalizado decrédito, baseado nos principais produtos da época, o grão e a prata.
Essa forma de empréstimo facilitava a dinâmica do comércio.
O empréstimo do metal era baseado em seu peso.
Na Idade Média era considerado um crime nomeado de Usura, alguém emprestar dinheiro com a intenção de receber um valor maior que o emprestado.
Há varias teorias que podem explicar a existência do juros, uma delas é a da EscolaAustríaca, que afirma que os juros existem por causa da manifestação das preferências temporais dos consumidores, já que as pessoas preferem consumir no presente do que no futuro.

Taxa Básica de Juros.

A taxa básica de juros corresponde a menor taxa de juros existente em uma economia, funcionando como taxa de referência para todos os contratos.
É também a taxa que um banco empresta a outrosbancos.
No Brasil a taxa de juros básica chamada como Taxa SELIC é definida pelo Comitê de Política Monetária(COPOM) do Banco Central.
A taxa aplicada nos empréstimos entre bancos para operações de um dia, estas operações são lastreadas por títulos públicos federais.
A taxa básica de juros que é determinada pelo governo, através do Banco Central para saldar os títulos da dívida pública.

TaxaPreferencial de Juros.

É a taxa de juros bancária cobrada dos clientes com melhores avaliações de crédito, é determinada pelas condições do mercado.
Geralmente a taxa preferencial de juros adotadas por grandes bancos tende a ser a referência para o setor bancário, e normalmente a menor taxa do mercado.
Normalmente a taxa preferencial supera em alguns pontos a taxa básica.

Juros Simples.O juros simples é aplicado sobre o valor emprestado de forma linear, não considerando que o saldo da dívida aumenta ou diminui conforme o passar do tempo e por ser calculado da seguinte forma:

FV=(PV(1+I.N)

FV: Valor Futuro.
PV: Valor Presente.
I: Taxa de Juros.
N: Números de Período.

Exemplo:
Uma pessoa toma emprestado 100 reais(PV=100) para pagar em 2 meses(N=2) com taxa de jurosde 10% ao mês(I=0,1), calculados segundo o regime de juros simples.

FV=100x(1+0,1x2)
FV=100x(1+0,2)
FV=100x1,2
FV=120.



Juros Composto.

São somados ao capital para o cálculo de novos juros nos períodos seguintes.
Nesse caso o valor da dívida é sempre corrigida e a taxa de juros é calculada com base na última parcela.

FV=PV(1+I)n

Exemplo:
Uma pessoa toma emprestado 100 reaispara pagar em 2 meses com taxa de juros de 10% ao mês, calculando segundo o regime de juros compostos.

FV=100x(1+0,1)²
FV=100x(1,1)²
FV=100x1,1x1,1
FV=110x1,1
FV=121

Taxa SELIC.

A taxa Selic, o instrumento primário de política monetária do Copom, é a taxa de juros média que incide sobre os financiamentos diários com prazo de um dia útil (overnight) lastreados por títulos públicos...
tracking img